Fechar
Ligue 1 Conforama 29 Novembro 2020, 20:28

A quarta vitória consecutiva para o AS Monaco

A quarta vitória consecutiva para o AS Monaco
O AS Monaco venceu neste domingo o Nîmes Olympique (3-0). A quarta vitória consecutiva para os Rouge et Blanc na elite, algo inédito desde a temporada 2016-17

Para este duelo, Niko Kovac decidiu escalar a mesma equipe do segundo tempo contra o Paris Saint-Germain, com Cesc Fàbregas na armação e Kevin Volland sozinho no ataque. Um 4-2-3-1 sem Wissam Ben Yedder, que acaba de voltar ao elenco esta semana nos treinos. Confiantes com três vitórias consecutivas na Ligue 1, os monegascos começaram a partida com grandes ambições ofensivas. Assim, logo ao primeiro minuto de jogo, Cesc Fàbregas cruzou rasteiro Ruben Aguilar finalizar sem sucesso.

Sofiane Diop novamente decisivo

Na sequência, Caio Henrique tabelou com Gelson Martins, mas infelizmente seu chute acertou a trave esquerda de Baptiste Reynet (3’/1ºT). Segue-se um jogo de observação entre duas equieas que não pretendiam correr riscos defensivos. Porém, em alta rouba da de bola de Sofiane Diop, Ruben Aguilar encontra Gelson Martins na área adversária. O português desviou e a bola sobrou para Cesc Fàbregas, que não conseguiu abrir o placar após uma bela defesa de Baptiste Reynet (16’/1ºT).

Depois, Sofiane Diop, mais uma vez, recuperou a bola na entrada da área. Com um toque sutil, ele escapou da marcação e bateu no cantinho (1-0, 19’/1ºT). Era o terceiro gol da temporada na Ligue 1 para o meio-campista, já artilheiro contra Nantes e Nice. Um grande começo de jogo para os homens de Niko Kovac, sempre sérios e aplicados.

Um primeiro período unilateral

A abertura do placar marca então uma ligeira parada no ritmo da partida até meia hora de jogo, quando Kevin Volland passou perto em cabeçada (33’/1ºT), antes de Gelson Martins também ter boa chance (35’/1ºT). Uma boa cobrança de falta foi ainda obtida por Cesc Fàbregas à entrada da área adversária, mas a tentativa de Youssouf Fofana não deu em nada (37’/1ºT). Um erro de Pablo Martinez poucos minutos depois quase permitiu que Kevin Volland partisse sozinho, mas o atencioso Baptiste Reynet impediu o atacante alemão de marcar o seu quinto gol na temporada.

Num cruzamento certeiro de Cesc Fàbregas, Ruben Aguilar desperdiçou a última oportunidade deste primeiro período (45’/1ºT), largamente dominado pelo AS Monaco, com 76% de posse de bola e nove finalizações (contra nenhuma do Nîmes). Vingativos, os jogadores de Jérôme Arpinon voltam do vestiário com outras intenções. Logo no início, Haris Duljevic chutou da entrada da área de Vito Mannone (7’/2ºT). Uma ocasião à qual os Rouge et Blanc responderam imediatamente.

A entrada decisiva de Wissam Ben Yedder

Kevin Volland esteve muito perto de receber um magnífico passe de Ruben Aguilar por trás da defesa do Nîmes (10’/2ºT) e depois de balançar as redes após cruzamento de Sofiane Diop, bem lançado por Youssouf Fofana (11’/2ºT).

Foi o momento que Niko Kovac escolheu para colocar Wissam Ben Yedder. O capitão não demorou a aparecer, com uma cabeçada passou raspando a trave de Baptiste Reynet (17’/2ºT). Pouco depois, a partida muda de cara após um carrinho por trás de Lucas Deaux em Sofiane Diop (21’/2ºT). A princípio sancionado com um cartão amarelo, o meio-campista do Nîmes finalmente recebeu o vermelho após consulta ao VAR (24’/2ºT).

A dupla Volland e Ben Yedder volta a brilhar

Em desvantagem numérica, o Nîmes Olympique foi deixando espaços. Ruben Aguilar, bem deslocado na linha da direita, aproveitou para cruzar na cabeça de Gelson Martins (2-0, 30’/2ºT). Os monegascos nem sequer tiveramm tempo para festejar este gol, já que Wissam Ben Yedder cruzou na sequência para Kevin Volland, sozinho, marcar mais um (3-0, 31’/2ºT) e dar números finais ao duelo


A ficha do jogo:

Ligue 1 Uber Eats – 12ª rodada
AS Monaco 3-0 Nîmes Olympique

Gols: Diop (19’/1ºT), Gelson Martins (30’/2ºT) e Volland (32’/2ºT) para o Monaco

AS Monaco : Mannone – Aguilar, Disasi ©, Badiashile, Caio Henrique – Fofana (Matazo, 38’/2ºT), Tchouameni – Diop (Jovetic, 38’/2ºT), Fàbregas (Ben Yedder, 16’/2ºT), Gelson Martins (Ballo-Touré, 35’/2ºT) – Volland (Pellegri, 35’/2ºT).
Treinador: Niko Kovac

Nîmes: Reynet – Burner, Landre, Martinez (Miguel, 35’/2ºT), Paquiez – Fomba (Eliasson, 1’/2ºT), Cubas, Deaux – Ferhat, Denkey (Duljevic, 1’/2ºT), Ripart ©
Treinador: Jérôme Arpinon

Rise. Risk. Repeat.

MAS DE FATO, PARA QUE SEUS COOKIES SÃO USADOS? 🤔

Você os aceita várias vezes por dia nos vários sites que visita. Mas o que você sabe sobre eles? Obviamente, os cookies não são comidos e também não são perigosos. Eles apenas nos ajudam a personalizar sua experiência na Internet. Quando você visita o asmonaco.com, eles nos permitem primeiro analisar o público e o desempenho do site. E eles nos servem principalmente para fornecer a você anúncios e conteúdo que correspondem ao que você gosta. Observe que você pode alterar suas preferências a qualquer momento, graças aos regulamentos sobre proteção de dados pessoais. Ou entre em contato com nossa equipe para qualquer esclarecimento. Obrigado por sua confiança!

Cookies strictement nécessaires
Cookies statistiques
Cookies tiers