Fechar
Ligue 1 Conforama 24 Abril 2022, 01:22

AS Monaco chega à sexta vitória consecutiva contra o Saint-Étienne

AS Monaco chega à sexta vitória consecutiva contra o Saint-Étienne
Em mais uma demonstração de força, os Rouge et Blanc conquistaram o sexto triunfo seguido diante do Saint-Étienne, no Stade Geoffroy-Guichard (4-1), para subir provisoriamente à terceira posição do campeonato

Mais uma vez muito sólido defensivamente e implacável no ataque, o AS Monaco conquistou sua sexta vitória consecutiva na Ligue 1 em Saint-Étienne. Philippe Clement levou a campo a mesma equipe titular que havia derrotado Rennes e Nice, com uma única exceção: Gelson Martins substituiu Ruben Aguilar, com Vanderson sendo deslocado para a lateral-direita.

(Grandes) oportunidades…e eficiência!

A partida começou em ritmo acelerado, com uma finalização perigosa de Kevin Volland poucos segundos após o pontapé inicial (1′). Momentos depois, o atacante alemão esteve envolvido em outra jogada de ataque, finalizada por Gelson Martins (3′). Apesar do domínio monegasco no início do duelo, Denis Bouanga levou perigo pelo Saint-Étienne, forçando Alexander Nübel a trabalhar (16′).

O gabonês voltou a assustar minutos depois, batendo forte de direita para boa defesa do goleiro monegasco (19′). Mas os Rouge et Blanc se mostraram mais eficientes, e após excelente triangulação entre Aurélien Tchouameni, Caio Henrique e Wissam Ben Yedder, o capitão mandou a bola para a rede (0-1, 23′)! Foi o vigésimo gol do capitão do clube do Principado neste campeonato e a sétima assistência do lateral brasileiro.

Kevin Volland dobra a vantagem… temporariamente

O Stade Geoffroy-Guichard, incendiado desde o início do duelo, se calou. E o silêncio foi ainda maior três minutos depois, quando o outro integrante da dupla Yedderland, Kevin Volland, não perdoou em frente a Paul Bernardoni, completando bom cruzamento rasteiro de Gelson Martins (0-2, 26′). Yvan Maçon ainda levou perigo ao gol defendido por Alexander Nübel pouco depois, mas o chute cruzado foi bem defendido pelo goleiro (29′).

A equipe visitante manteve o controle das ações sem ser muito incomodada, até que Bastien Dechepy, o árbitro do jogo, marcou pênalti em uma entrada em que Aurélien Tchouameni tocou apenas a bola. A cobrança foi convertida por Wahbi Khazri, que deslocou Nübel (1-2, 44′), reduzindo a vantagem monegasca antes do intervalo.

A mão do destino

 O segundo tempo começou sem Gelson Martins, lesionado, e em ritmo mais lento. A primeira tentativa, sem perigo, veio dos pés de Timothée Kolodziejczak, somente aos 55 minutos. O lateral do Saint-Étienne viria a ser destaque minutos mais tarde, ao completar para a sua própria baliza um cruzamento de Ismail Jakobs (1-3, 61′). Ruim para o AS Saint-Étienne, que voltou a sofrer com a velocidade dos comandados por Philippe Clement.

O confronto teve outra reviravolta pouco depois, ao ser paralisado devido ao uso de artefatos pirotécnicos (66′). Com a segurança dos jogadores assegurada, o duelo foi reiniciado após uma pausa de mais de 30 minutos.

Um show ofensivo para chegar ao terceiro lugar! 

As oportunidades continuaram sendo criadas em profusão até que os monegascos, que jamais diminuíram a intensidade de jogo, finalmente chegaram ao quarto gol, com Myron Boadu. Depois de uma jogada em velocidade orquestrada por Vanderson e Volland, o holandês completou um cruzamento perfeito de Ismail Jakobs (1-4, 78′).

O placar dilatado não se alterou, apesar da tentativa de reação da equipe mandante, especialmente em cobrança de falta de Ryad Boudebouz (91′). Com este triunfo (4-1), o AS Monaco mantém os 100% de aproveitamento nas últimas seis rodadas, a melhor série atual entre as equipes das cinco principais ligas europeias. O resultado permite a Philippe Clement e seus comandados subirem temporariamente ao terceiro lugar da Ligue 1, posição que será defendida no próximo domingo, no Stade Louis-II, contra o Angers. DAGHE MUNEGU!!! 🇲🇨


A ficha do jogo

Ligue 1 Uber Eats – 34ª rodada

Saint-Étienne 1-4 AS Monaco

Gols: Khazri (42′) para o Saint-Étienne; Ben Yedder (23′), Volland (26′), (Kolodziejczak – contra, 61′) e Boadu (78′) para o AS Monaco

Cartões amarelos: Khazri (44′) e’ Mangala (72′) para o Saint-Étienne; Gelson Martins (21′), Tchouameni (40′) e Sidibé (65′) para o AS Monaco

Saint-Étienne: Bernardoni – Maçon (Aouchiche, 66′), Nadé, Mangala, Kolodziejczak (Trauco, 66′), Gabriel Silva (Nordin, 42′) – Camara, Gourna-Douath (Youssouf, 66′), Boudebouz – Khazri © (Hamouma, 66′), Bouanga

Reservas: Green, Moukoudi, Trauco, Aouchiche, Youssouf, Thioub, Hamouma, Sako, Nordin

Treinador: Pascal Dupraz

AS Monaco: Nübel – Vanderson, Disasi (Maripán, 86′), Badiashile, C.Henrique – Gelson Martins (Sidibé, 46′), Tchouameni (Matazo, 86′), Fofana, Golovin (Jakobs, 59′) – Volland, Ben Yedder © (Boadu, 59′)

Reservas: Mannone, Jakobs, Maripán, Sidibé, Jean Lucas, Matazo, Diop, Akliouche, Boadu

Treinador: Philippe Clement

Rise. Risk. Repeat.

MAS DE FATO, PARA QUE SEUS COOKIES SÃO USADOS? 🤔

Você os aceita várias vezes por dia nos vários sites que visita. Mas o que você sabe sobre eles? Obviamente, os cookies não são comidos e também não são perigosos. Eles apenas nos ajudam a personalizar sua experiência na Internet. Quando você visita o asmonaco.com, eles nos permitem primeiro analisar o público e o desempenho do site. E eles nos servem principalmente para fornecer a você anúncios e conteúdo que correspondem ao que você gosta. Observe que você pode alterar suas preferências a qualquer momento, graças aos regulamentos sobre proteção de dados pessoais. Ou entre em contato com nossa equipe para qualquer esclarecimento. Obrigado por sua confiança!

Cookies strictement nécessaires
Cookies statistiques
Cookies tiers