Fechar
Ligue 1 Conforama 28 Agosto 2020, 17:11

Aurélien Tchouaméni: "Temos um grupo maravilhoso"

Aurélien Tchouaméni: "Temos um grupo maravilhoso"
Aurélien Tchouaméni falou à imprensa, dois dias antes do confronto do AS Monaco contra o Metz pela segunda rodada da Ligue 1 Uber Eats.

Contratado em janeiro passado do Bordeaux, Aurélien Tchouaméni disputou três jogos da Ligue 1 pelo AS Monaco antes do final do campeonato. Titular na semana passada contra o Reims, o camisa 8 do AS Monaco conversou sobre o jogo contra o Reims, mas também relembrou a sua carreira antes e desde a chegada a Rocher.

Aurélien, você era visto mais como meio-campo, mas passou muito tempo no ataque no último domingo. Essa era uma função que você conhecia?

É verdade que assistindo o jogo, eu estava muito avançado. Muitas pessoas ao meu redor me disseram que eu era o segundo atacante com Wissam Ben Yedder. O fato de ter estado bastante avançado em campo se deve à fisionomia da partida. Estávamos perdendo por 2-0 e queríamos recuperar. Queríamos muito marcar e é por isso que jogávamos alto, por isso me encontrei à frente em várias situações.

O fato de jogar box-to-box, correndo à frente e atrás, não foi muito complicado fisicamente?

Não foi fácil, mas nos preparamos para isso durante a pré-temporada e foi isso que me permitiu fazer um bom jogo. Ainda tinha alguns automatismos dos anos anteriores como atacante, porque joguei nesta posição quando era jovem.

Como é o novo treinador, exige muito esforço físico?

Todos estão trabalhando na mesma direção. Assim que ele chegou, vimos imediatamente que ele exigia muita agressividade. Aplicar suas instruções será o que nos permitirá vencer jogos nesta temporada. Se você olhar para os meus primeiros anos profissionais, eu mudei muito de treinador. Sempre temos que trabalhar mais duro, uma nova pessoa chega com novos métodos e cabe a nós entrar em sintonia para seguir em frente.

Em quais ajustes você trabalhou?

Vimos o vídeo e vimos os pontos positivos, porque havia, e os negativos. Cabe a nós neste fim de semana ser melhor e evitar o cenário que encontramos no fim de semana passado.

Também significa ser mais compacto?

É um pouco de tudo. Se estivermos focados, compactos, vamos conceder menos oportunidades. E, no entanto, não cedemos muito contra o Reims. É preciso mostrar um bom espírito, como fizemos no fim-de-semana passado, para não sofrer gols e vencer este jogo.

Você se sente pronto para demonstrar suas qualidades no AS Monaco?

Desde que eu cheguei tenho esse desejo de mostrar coisas boas. Passei por um período de adaptação no ano passado, apesar da pausa pelo Covid. Quando saí do Bordeaux, foi a primeira vez que deixei o meu clube formador. Agora já tive tempo de sentir as coisas e estou pronto para trabalhar muito para ter uma boa exibição e ajudar a equipe.

Você se sente adaptado em Mônaco?

É verdade que estamos em uma cidade linda, mas viemos para jogar futebol. O mais importante é o campo, vivemos em um ambiente lindo, com ótimas condições de trabalho. Sim, acho que estou bem adaptado. Temos um grupo maravilhoso e um grande espírito, é isso que faz tudo ficar bem aqui.

Agora já tive tempo de sentir as coisas e estou pronto para trabalhar muito para ter uma boa exibição e ajudar a equipe.
Aurélien Tchouaméni

Um time muito jovem, aliás?

Sim, quando cheguei aqui já conhecia muita gente graças às seleções de base internacionais. É verdade que quando você é jovem e chega em um grupo que também é jovem, é fácil se adaptar. Vimos isso, por exemplo, com o Axel Disasi, que chegou há pouco e que já está bem integrado.

Didier Deschamps revelou seu time ontem. É algo que está em sua mente?

Quando um é escolhido para as equipes juvenis, a equipe sênior é o Santo Graal. Vou trabalhar para estar nesta lista algum dia.

Em um nível pessoal, que objetivo você definiu para si mesmo nesta temporada?

Meu objetivo é ter um bom desempenho em cada partida, para levar cada rodada uma por uma. Atuar para ajudar a equipe. Se todos puderem trabalhar juntos, acho que tudo pode correr bem e podemos ganhar muitos jogos.

E além do futebol, há outros esportes que você segue?

Gosto muito de basquete, gosto muito da NBA e de esportes em geral, como tênis e handebol. Mas é verdade que o basquete é meu segundo esporte favorito. Em relação à equipe, sou fã do Los Angeles Lakers pelo LeBron James, pelo Kobe Bryant, pelo Shaquille O’Neal. Os Lakers são únicos.

AS Monaco uses cookies on this website. With your agreement, we use them to access how this website is used (analytic cookies) and to adapt it to your needs and interests (customization cookies depend on your browsing and your browser). By continuing your browsing, you give us the permission to use them.