Fechar
Ligue 1 Uber Eats 29 Agosto 2022, 01:08

Após uma atuação determinada, AS Monaco deixa Paris com um ponto

Após uma atuação determinada, AS Monaco deixa Paris com um ponto
Heroicos, os Rouge et Blanc empataram por 1 a 1 no Parc des Princes; Kevin Volland foi o artilheiro do AS Monaco

Em uma ótima partida, o AS Monaco empatou com o Paris Saint-Germain (1-1) na noite deste domingo. Para a partida, válida pela quarta rodada da Ligue 1 Uber Eats, Philippe Clement decidiu mudar o esquema de jogo para o 3-4-3, com uma linha de defesa composta por Axel Disasi, Guillermo Maripán e Benoît Badiashile. Vale destacar que foi a primeira partida do meio-campista Mohamed Camara pelo clube, além do fato de Kevin Volland ter atuado próximo a Wissam Ben Yedder no ataque.

Um gol inicial merecido

O começo da partida foi muito equilibrado e intenso. Os Rouge et Blanc aplicaram pressão alta e marcaram com máximo empenho para evitar que os parisienses construíssem jogadas a partir de sua defesa. A estratégia acabou valendo a pena aos 20 minutos, após uma roubada de bola perfeita de Mohamed Camara, que tirou a bola dos pés de Lionel Messi no meio-campo.

Na sequência, Volland tocou para Aleksandr Golovin, que devolveu na medida para o atacante alemão. O camisa 31 do AS Monaco escapou da marcação de Presnel Kimpembe e não deu qualquer chance para Gigi Donnarumma com um chute forte e rasteiro. Foi o quarto gol dele contra o PSG defendendo as cores monegascas!

Sucesso para o AS Monaco

Dominantes, os jogadores de Philippe Clement não reduziram o ritmo e poderiam até mesmo ter ampliado a vantagem pouco depois da marca dos 30 minutos de jogo, mas o goleiro parisiense voou para espalmar ótima cobrança de falta de Caio Henrique (33′).

Diante da superioridade monegasca na primeira meia hora de jogo, os anfitriões só acertaram a primeira finalização no alvo aos 36 minutos. O chute não trouxe muitos problemas a Alex Nübel, que defendeu sem dificuldades o arremate de longa distância de Kylian Mbappé. Este lance, no entanto, serviu para acordar os homens de Christophe Galtier, que carimbaram a trave duas vezes na mesma jogada, primeiro com Messi e depois com Mbappé (45′).

Mais um pênalti cometido nesta temporada

Logo após a volta do intervalo, os Rouge et Blanc tiveram uma grande oportunidade com Wissam Ben Yedder. Acionado por detrás da defesa rival por Youssouf Fofana, o capitão monegasco conseguiu driblar Donnarumma, mas seu chute passou por cima do gol vazio. 

Mais ousados, os parisienses pressionaram para empatar, mas Alexander Nübel fechou bem a meta para evitar o gol de Neymar. No rebote, a finalização de Renato Sanches passou rente ao poste direito (59′). Infelizmente, o empate viria dez minutos depois, em um pênalti convertido pelo craque brasileiro (69′).

Um ponto merecido 

Não satisfeito com o empate, o time da capital continuou perigoso e mais uma vez acertou a trave, desta vez com Achraf Hakimi (74′). Minutos depois, em um rápido contra-ataque, o goleiro monegasco foi decisivo para evitar que Kylian Mbappé marcasse (84′).

Mas de forma heroica, o time Rouge et Blanc conseguiu, apesar de tudo, resistir ao ataque dos anfitriões e, assim, deixou o Parc des Princes com um ponto muito importante. A próxima partida da equipe será na quarta-feira, no Stade Louis-II, contra o Troyes (14h, no horário de Brasília).


A ficha do jogo:

Ligue 1 Uber Eats – 4ª rodada

PSG 1-1 AS Monaco

Gols: Neymar (70′) para o PSG; Volland (20′) para o AS Monaco

Cartões amarelos: Neymar (5′), Kimpembe (77′), Verratti (86′), Hakimi (90+5′) para o PSG; Akliouche (40′), Camara (55′), Badiashile (90+1′), C. Henrique (90+5′) para o AS Monaco

PSG: Donnarumma – Hakimi, Ramos, Marquinhos (cap) (Mukiele, 87′), Kimpembe, Nuno Mendes – Verratti, Sanches (Danilo, 63′) – Messi (Sarabia, 86′) – Neymar, Mbappé

Reservas: Navas, Bernat, Diallo, Mukiele, Danilo, Paredes, Zaire-Emery, Sarabia, Ekitike

Treinador: Christophe Galtier

AS Monaco: Nübel – Disasi, Maripán Badiashile – Aguilar, Camara (Jean Lucas, 74′), Fofana, C. Henrique – Golovin (Minamino, 64′) Volland (Akliouche, 23′, Embolo (64′)), Ben Yedder (cap)

Reservas: Didillon, Jakobs, Sarr, Akliouche, Gelson Martins, Jean Lucas, Magassa, Minamino, Embolo

Treinador: Philippe Clement

Rise. Risk. Repeat.