Fechar
Ligue 1 Conforama 18 Novembro 2020, 17:54

Axel Disasi: "Estou pronto para assumir minhas novas responsabilidades"

Axel Disasi: "Estou pronto para assumir minhas novas responsabilidades"
Dois dias antes da recepção do Paris Saint-Germain no Stade Louis-II, no final da pausa internacional, o zagueiro do AS Monaco falou com os jornalistas

Dois dias antes da recepção do Paris Saint-Germain no Stade Louis-II, em nome da 11ª rodada da Ligue 1, o pilar da defesa do AS Monaco falou sobre as últimas semanas de trabalho da equipe.

Quanto ao status de vice-capitão, tomei minha decisão três meses depois de chegar. Axel é um excelente jovem jogador que está se desenvolvendo, que trabalha muito. Ele também é um homem forte, com muito caráter. É um líder com muitas qualidades. Temos a sorte de ter dois zagueiros de qualidade com ele e Benoît (Badiashile). Sei que há jogadores muito bons nessa função na França, mas acho que ele é o futuro da seleção francesa. Mas antes de tudo, ele é o futuro do AS Monaco. Contamos muito com ele e pessoalmente acredito muito nele.
Niko KovacTreinador do AS Monaco

Olá, Axel. Quando se é zagueiro, imagino que gosta de enfrentar jogadores como Neymar e Mbappé…

É verdade que são grandes jogadores, por isso é óbvio que enfrentá-los é uma satisfação. Queremos jogar esse tipo de partida. Embora, em geral, queiramos dar o máximo contra todas as equipes, isso é ainda mais verdadeiro quando enfrentamos grandes jogadores como Neymar e Kylian Mbappé.

As ausências no PSG lhe oferecem mais possibilidades nesta partida?

Acho que eles trabalharam bem, têm uma equipe substancial para recuperar os selecionáveis. Honestamente, não acho que eles estarão diminuídos contra nós.

O que a ausência de seu capitão Wissam Ben Yedder significa para você?

Perdemos alguns grandes jogadores, é verdade. Mas sabemos que temos um plantel de qualidade e que podemos contar com cada um dos jogadores que vão substituir os habituais titulares. Em relação a Wissam, ele é um jogador de classe mundial, todos sabem disso. Mas também temos jogadores de qualidade que farão questão de substituí-lo e ter um bom desempenho.

Como você descobriu que foi nomeado vice-capitão?

Certa manhã, o técnico Niko Kovac veio me ver e me explicou algumas coisas. Fiquei muito surpreso no início, mas isso me deixou orgulhoso. Eu diria que dei um passo à frente vindo para o Monaco. No ano passado eu era mais jovem, era novo na Ligue 1, tinha menos responsabilidades. Eu aprendia com Yunis (Abdelhamid), mas hoje estou ao lado do Ruben e do Benoît que conhecem bem a Ligue 1 e do Caio que está descobrindo, e também me sinto bem. Estou pronto para enfrentar e assumir essa nova responsabilidade.

Sabemos que temos um plantel de qualidade e que podemos contar com cada um dos jogadores que vão substituir os habituais titulares. Em relação a Wissam, ele é um jogador de classe mundial, todos sabem disso. Mas também temos jogadores de qualidade que farão questão de substituí-lo e ter um bom desempenho.
Axel Disasi

Você nasceu em Gonesse, na região de Paris. Para você, é especial enfrentar o PSG?

Sendo parisiense, com certeza é sempre especial encontrar o Paris Saint-Germain, que já enfrentei nas categorias de base. Então sim, é um momento um pouco diferente para mim.

Como você encarou o anúncio de muitos casos positivos da Covid após a partida contra o Nice?

É verdade que quando soubemos que havia muitos casos positivos no OGC Nice, logo depois de enfrentá-los, foi complicado. Fizemos perguntas a nós mesmos. Principalmente porque Wissam teve de deixar a seleção francesa alguns dias depois de enfrentá-los. Mas o clube reagiu muito bem, as regras durante a pausa foram muito rígidas. Treinamos em pequenos grupos e fomos proibidos de tomar banho no centro de treinamento, para limitar os riscos.

Certa manhã, o técnico Niko Kovac veio me ver e me explicou algumas coisas. Fiquei muito surpreso no início, mas isso me deixou orgulhoso. Eu diria que dei um passo à frente vindo para o Monaco. Estou pronto para enfrentar e assumir essa nova responsabilidade.
Axel Disasi

Niko Kovac disse-nos que pensa que você é o futuro da seleção francesa em sua posição. Você tem esse objetivo?

Se me levanto de manhã, é para ser recompensado. Mas, por enquanto, a seleção francesa ainda não está na minha cabeça. Eu me concentro no meu clube e dependendo do meu desempenho, talvez a seleção venha mais tarde. O Monaco é um clube com uma grande exposição. Sempre houve muitos jogadores internacionais aqui. Quando vimos que Ruben foi chamado na semana passada, ficamos todos muito felizes por ele. E se eu for chamado no futuro, terei muito prazer também.

Em caso de um bom resultado na sexta-feira, o que você pode esperar desta temporada?

Estamos apenas na 11ª rodada, por isso, se vencêssemos o PSG, seria um sinal com certeza. Mesmo que seja muito difícil tirar conclusões depois de apenas onze rodadas. Primeiro vamos nos concentrar em fazer um grande jogo contra o Paris, e então veremos.

O jogo contra o Lyon foi um gatilho para a equipe?

Depois dessa partida, houve muita discussão entre nós e com o treinador. Vimos o que não deveria ser feito novamente e acho que tivemos a melhor reação depois, contra Bordeaux e Nice. Temos que nos apoiar sobre isso para os próximos jogos, para tentar continuar com uma boa série.

Kevin Volland comandará o ataque contra o PSG. O que você pode nos contar sobre ele?

O Kevin é um jogador de grande qualidade técnica e finalização. Todos temos confiança nele, nas suas qualidades ofensivas. Cabe a ele marcar gols para confirmar a boa impressão que deixou até agora. É alguém que fala com todos no vestiário, se integrou muito bem, seja com quem fala francês ou com os estrangeiros, jogadores experientes ou jovens. Assim, todos estamos felizes em tê-lo, seja dentro ou fora de campo.

AS Monaco uses cookies on this website. With your agreement, we use them to access how this website is used (analytic cookies) and to adapt it to your needs and interests (customization cookies depend on your browsing and your browser). By continuing your browsing, you give us the permission to use them.