Fechar
Ligue 1 Conforama 01 Fevereiro 2020, 23:11

Com 9 contra 11, o AS Monaco perde para o Nîmes

Com 9 contra 11, o AS Monaco perde para o Nîmes
Reduzidos a nove a meia hora de jogo após as expulsões de Tiemoué Bakayoko e Gelson Martins, os jogadores de Robert Moreno acabaram perdendo por 3x1, apesar do gol de Wissam Ben Yedder no início do jogo

Apesar da pressão do Nîmes nos minutos iniciais, o AS Monaco dominou gradualmente o duelo e foi lógico que Wissam Ben Yedder abrisse o placar aos 14 minutos. Encontrado em profundidade por Fofana, “WBY” evitou a saída de Bernardoni com uma cavadinha sutil pela esquerda da área. O gesto foi magnífico, e o francês marcava seu 15º gol da temporada, enquanto o recém-chegado do Strasbourg, Fofana, comemorava sua estreia com um assistência. O início era perfeito para o AS Monaco, no entanto, a partida mudou bastante após a meia hora de jogo.

Três minutos terríveis

Aos 27′, com um pouco de sorte, Miguel conseguiu empatar para os donos da casa. Na sequência, Bakayoko cometeu uma falta em Philippoteaux, querendo recuperar a bola. Ele recebeu um amarelo, mas depois de assistir ao vídeo, o árbitro Lesage decidiu expulsá-lo. Gelson contestou e também foi expulso, enquanto Fofana levou o amarelo! Embora ainda houvesse quinze minutos para jogar neste primeiro período, o AS Monaco se viu privado de dois jogadores por uma falta que parecia não merecer mais do que um aviso… Obviamente, os jogadores de Robert Moreno sofreram com os ataques do Nîmes no final do primeiro tempo, mas com coragem e grande esforço, eles chegaram ao intervalo sem danos.

1 / 20

Philipotetaux vira

Ao retornar do vestiário, o cenário infelizmente permaneceu o mesmo, com o Nîmes no ataque e os monegascos resistindo corajosamente. Uma cabeça, um pé, uma defesa em todos os momentos e um Lecomte muito vigilante permitem ao AS Monaco, organizado em duas linhas de quatro, avançar durante o primeiro quarto de hora deste segundo período. Mas toda a generosidade do mundo nada pôde fazer contra o excelente chute de Philippoteaux, que encontrou o ângulo esquerdo de Lecomte aos 17’/2ºT. O Nîmes virava, mas Wissam Ben Yedder e seus parceiros não desistiam. O atacante esteve muito perto de empatar aos 28’/2ºT, mas ele parou em Bernardoni.

Martinez aumenta

Após ter acabado de entrar em campo no lugar de Fofana, Tchouaméni também cabeceou após cruzamento de Ballo-Touré (33’/2ºT), mas Bernardoni estava na trajetória. Sentíamos que tudo ainda podia acontecer, mas Martinez matou o duelo aos 34’/2ºT. E mesmo que as últimas chances da partida fossem a favor dos valentes monegascos, em particular com um chute por cobertura de Jovetic que passou perto do travessão aos 38’/2ºT, o placar não se alterou mais e o Nîmes conseguiu vencer por 3×1. Apesar dos ventos contrários, nossos jogadores se levantaram e agora estão se voltando para a próxima partida contra o Angers, nesta terça-feira, 4 de fevereiro, no Stade Louis-II.

AS Monaco uses cookies on this website. With your agreement, we use them to access how this website is used (analytic cookies) and to adapt it to your needs and interests (customization cookies depend on your browsing and your browser). By continuing your browsing, you give us the permission to use them.