Fechar
Ligue 1 Conforama 17 Outubro 2020, 19:59

Foco no Montpellier HSC

Foco no Montpellier HSC
Depois de três vitórias consecutivas nas quais marcou nove gols, o Montpellier está estagnado. Confira uma apresentação da equipe que estará no gramado do Stade Louis-II neste domingo (18), por conta da 7ª rodada da Ligue 1 Uber Eats

Derrotado na primeira rodada pelo Stade Rennais (1×2), o Montpellier chegou a três vitórias consecutivas contra Nice (3×1), Lyon (2×1) e Angers (4×1), antes de empatar com o Dijon (2×2) e perder o clássico com o Nîmes Olympique (0x1).

Delort – Laborde – Savanier, um formidável trio

Com doze gols marcados, os Héraultais têm o terceiro melhor ataque do campeonato, atrás de Paris (16 gols) e Rennes (15), que têm um jogo a mais. Uma estatística para a qual Andy Delort, Gaëtan Laborde e Teji Savanier não são estranhos, autores de oito gols desde o início da temporada. Descobertos no ano passado na Ligue 1, os três homens confirmam o que já havíamos visto deles na temporada passada. O trio marcou 21 gols e deu 10 assistências ao MHSC na temporada 2019/2020.

Hilton, o veterano da Ligue 1

Se este trio Delort – Laborde – Savanier se formou apenas no ano passado, há algo que não mudou por quase dez anos no Montpellier. Com passagens por Bastia, Lens e Marselha, Vitorino Hilton, hoje com 43 anos, vem trazendo toda a sua experiência desde 2011 para a defesa do MHSC. O brasileiro, que prorrogou o contrato por um ano no início da temporada, disputou 325 jogos com as cores do clube. O zagueiro, capitão de seu clube e atualmente o mais velho das cinco maiores ligas europeias em atividade, se tornou o jogador de campo mais velho a jogar na elite do Velho Continente desde o zagueiro alemão Klaus Fichtel, em 1988, pelo Schalke 04.


Extrato da coletiva de imprensa

Preparamo-nos para jogar apesar da situação. O Montpellier tem jogadores de qualidade em seu elenco. Independentemente de quem jogar no domingo, eles querem mostrar o melhor de si ao seu treinador. Todos os jogos da Ligue 1 são difíceis e os jogadores que forem escalados darão 100%. Analisamos o jogo do nosso adversário, sabemos que se trata de uma equipe com cinco defensores e que esse sistema dificilmente mudará, pois eles têm conseguido bons resultados com este padrão tático nos últimos anos.
Niko Kovac

 


AS Monaco x Montpellier HSC em números:

  • 56: O número de partidas na Ligue 1, com 33 vitórias do AS Monaco, 17 empates e 6 derrotas (101 gols marcados, 47 sofridos).
  • 28: Total dos confrontos no Stade Louis-II, com um balanço de 18 vitórias monegascas, 8 empates e 2 derrotas (58 gols marcados, 19 sofridos).
  • 6×2: A maior vitória. Em 21 de outubro de 2016, Falcao, Mbappé, Jemerson, Germain, Lemar e Traoré foram os artilheiros da noite.
  • 88,5%: A porcentagem de jogos invictos contra o Montpellier na Ligue 1 (46/52), a melhor proporção contra um atual residente da elite que já enfrenamos pelo menos 10 vezes.
  • 1: O número de vitórias fora de casa para o MHSC desde o início da última temporada (6 empates, 9 derrotas). Nenhuma equipe presente ao longo do período tem desempenho pior (empatado com o Dijon). O Montpellier só conquistou 18% dos seus pontos fora (9/50), a menor proporção entre as equipes da L1 nas duas últimas temporadas.

AS Monaco uses cookies on this website. With your agreement, we use them to access how this website is used (analytic cookies) and to adapt it to your needs and interests (customization cookies depend on your browsing and your browser). By continuing your browsing, you give us the permission to use them.