Fechar
Ligue 1 Conforama 15 Janeiro 2019, 10:00

Henry e Vieira: destinos cruzados

Henry e Vieira: destinos cruzados
Companheiros de equipe ou adversários, Thierry Henry e Patrick Vieira não pararam de cruzar seus caminhos por quase duas décadas. Na sexta-feira (18), eles competirão pela primeira vez como treinadores no derby

Lançado como profissional no AS Cannes em 1993, Patrick Vieira rapidamente se tornou um elemento chave da equipe. Como prova de sua precocidade, o natural de Dakar tornou-se capitão quando tinha apenas 17 anos! Suas habilidades acima da média atraíram a atenção dos melhores clubes europeus. Depois de 61 jogos na primeira divisão francesa, o volante passou a atuar no melhor campeonato mundial e ingressou no AC Milan em 1995.

Enquanto isso, Thierry Henry começava sua segunda temporada com a equipe profissional do AS Monaco. Tal como Patrick Vieira, o atacante monegasco tornou-se profissional aos 17 anos. Depois de uma promissora temporada 95/96, pontuada por 18 jogos disputados, Thierry Henry confirmou todas as esperanças depositadas nele no ano seguinte, marcando 10 gols em 47 jogos. Suas atuações abriram-lhe as portas para a seleção francesa em 1997. Campeão francês no mesmo ano, o nativo de Ulis tornou-se campeão mundial um ano depois, ao lado de Patrick Vieira, agora jogador do Arsenal.

No Top 5 das lendas do Arsenal

O novo status de Thierry Henry o fez dele um cobiçado jogador e, como aconteceu com Patrick Vieira, eram os gigantes italianos os mais interessados. O goleador Rouge et Blanc deixou o Principado durante a temporada de 1999 para assinar com a Juventus. Como Vieira, Thierry Henry permaneceu apenas uma temporada na Itália, integrando-se depois à legião francesa do Arsenal. Os dois campeões mundiais conquistaram a maioria dos troféus britânicos e dividiram as atenções até 2005, ano do retorno de Patrick Vieira à Itália (Juventus). Thierry Henry (1º) e Patrick Vieira (5º) fazem parte do Top 50 lendas do clube do Norte de Londres.

Após duas experiências em Barcelona e Nova York, além de uma pausa no Arsenal em 2012, não era muito provável que Thierry Henry cruzasse seu caminho novamente com Patrick Vieira, que encerrou sua carreira no Manchester City, após quatro anos na Inter de Milão. Há 20 anos, Thierry Henry e Patrick Vieira estão constantemente se cruzando, ganhando respectivamente 23 e 22 grandes troféus. A história agora poderá ser repetida por trás da linha lateral desta vez. E o primeiro episódio de seu reencontro será neste sábado, por ocasião do 95º derby entre AS Monaco e OGC Nice na Ligue 1 Conforama.

 

 

 

Rise. Risk. Repeat.

MAS DE FATO, PARA QUE SEUS COOKIES SÃO USADOS? 🤔

Você os aceita várias vezes por dia nos vários sites que visita. Mas o que você sabe sobre eles? Obviamente, os cookies não são comidos e também não são perigosos. Eles apenas nos ajudam a personalizar sua experiência na Internet. Quando você visita o asmonaco.com, eles nos permitem primeiro analisar o público e o desempenho do site. E eles nos servem principalmente para fornecer a você anúncios e conteúdo que correspondem ao que você gosta. Observe que você pode alterar suas preferências a qualquer momento, graças aos regulamentos sobre proteção de dados pessoais. Ou entre em contato com nossa equipe para qualquer esclarecimento. Obrigado por sua confiança!

Cookies strictement nécessaires
Cookies statistiques
Cookies tiers