Fechar
Comunicados 18 Junho 2022, 11:00

Obrigado, Cesc!

Obrigado, Cesc!
O meio-campista, com mais de 830 jogos na carreira e cujo contrato está a chegar ao fim, deixa o clube do Principado três anos e meio após a sua chegada

Elemento importante do elenco monegasco, o campeão mundial de 2010 trouxe para o jovem grupo sua experiência, sua aura e seu conhecimento do jogo adquirido ao longo de sua carreira com seus clubes anteriores, Arsenal, Barcelona e Chelsea.

Contratado durante a janela de transferências de janeiro de 2019, na companhia de Gelson Martins em particular, para reforçar a equipe então em situação difícil no campeonato, o meia participou da operação de manutenção do clube na elite francesa.

Cesc Fàbregas participou então da temporada 2019-20 (22 jogos, 3 assistências), que marcou a recuperação esportiva da equipe, mas que infelizmente foi interrompida abruptamente pela paralisação do campeonato devido à pandemia de Covid.

Campeão mundial e europeu com a Espanha

Na temporada seguinte, o catalão continuou a acompanhar a evolução do grupo dentro e fora de campo, destilando, por exemplo, os seus conselhos aos jovens Aurélien Tchouameni e Youssouf Fofana, que tinham chegado alguns meses antes, ou mesmo Eliot Matazo, formado no clube e que subia ao elenco profissional.

Em novembro de 2020, ele assinou uma de suas melhores atuações como Rouge et Blanc durante a partida contra o Paris Saint-Germain. Entrando no jogo ao intervalo enquanto os seus companheiros estavam perdendo (0-2), o jogador formado no FC Barcelona ofereceu o gol de empate a Kevin Volland (2-2), antes de marcar o gol da vitória em um pênalti perfeitamente cobrado (3-2).

Mais de 830 jogos na carreira

Seus três gols e seis assistências ajudaram muito o AS Monaco a subir ao terceiro lugar no pódio ao final da temporada 2020-2021.

Um desempenho que se repetiu durante a temporada 2021-22, encerrada há algumas semanas com o terceiro lugar na Ligue 1, um ano em que o ex-integrante de La Masia infelizmente sofreu com lesões.

Apesar de tudo, Cesc Fàbregas manteve um lugar importante no elenco monegasco, nunca deixando de encorajar os seus companheiros e continuando a ser precioso nas palavras e nos gestos, ele que, do topo das suas 833 partidas ao mais alto nível – sendo que as primeiras foram disputadas sob as ordens de Arsène Wenger e ao lado de Thierry Henry no Arsenal – tem um histórico excepcional.

O AS Monaco agradece a Cesc Fàbregas por seus três anos e meio no clube e deseja-lhe o melhor para o futuro.

Moltes gràcies, Cesc !

1 / 23
Rise. Risk. Repeat.

MAS DE FATO, PARA QUE SEUS COOKIES SÃO USADOS? 🤔

Você os aceita várias vezes por dia nos vários sites que visita. Mas o que você sabe sobre eles? Obviamente, os cookies não são comidos e também não são perigosos. Eles apenas nos ajudam a personalizar sua experiência na Internet. Quando você visita o asmonaco.com, eles nos permitem primeiro analisar o público e o desempenho do site. E eles nos servem principalmente para fornecer a você anúncios e conteúdo que correspondem ao que você gosta. Observe que você pode alterar suas preferências a qualquer momento, graças aos regulamentos sobre proteção de dados pessoais. Ou entre em contato com nossa equipe para qualquer esclarecimento. Obrigado por sua confiança!

Cookies strictement nécessaires
Cookies statistiques
Cookies tiers