Fechar
Ligue 1 Conforama 04 Dezembro 2020, 23:45

Niko Kovac: "A partida contra o Lille é um verdadeiro teste"

Niko Kovac: "A partida contra o Lille é um verdadeiro teste"
Dois dias antes de outro grande teste para o AS Monaco contra o Lille, o treinador monegasco deu uma coletiva de imprensa sobre o desempenho atual da sua equipe.

Eles estão numa sequência de quatro vitórias na Ligue 1. É uma sequência de sucessos que o AS Monaco não alcançava desde dezembro de 2017. Ciente do potencial do seu plantel, mas também do caminho a percorrer, em particular duas grandes partidas contra o Lille e o Marseille, Niko Kovac deu uma atualização sobre o desempenho atual de sua equipe. Dois dias antes da viagem ao LOSC, o treinador monegasco respondeu a perguntas de jornalistas em uma coletiva de imprensa antes do jogo. Confira trechos.

Depois de uma boa série de quatro vitórias, você agora enfrenta dois grandes testes em Lille e Marselha.

Estamos felizes porque estamos em uma série muito positiva, com quatro vitórias consecutivas. Sofremos apenas três gols e marcamos doze, então estamos no caminho certo. Então, sim, teremos dois grandes jogos, dois testes. Mas acredito que mostramos frente ao Paris que podemos responder ao ritmo neste tipo de jogo.

Como você aborda esse tipo de grande jogo?

Depois do Lyon, mudamos nosso esquema tático para nos adaptarmos às nossas forças, jogando nossos últimos jogos com dois meio-campistas. Repito, o último grande jogo contra o Paris Saint-Germain foi um jogo muito bom. O Lille é uma grande equipe, assisti ontem (quinta-feira) na Liga Europa, e será muito interessante para nós enfrentar uma equipa que está muito bem organizada.

Por falar naquele meio-campo de dois homens, o que você pediu a Aurélien Tchouameni e Youssouf Fofana?

Estou muito satisfeito com o desempenho deles. Tentamos explicar a eles como queríamos jogar. Acho que de forma mais geral, tivemos que mudar a forma de abordar as coisas, de pensar. Acho que eles estão gostando desse estilo de jogo agora, são capazes de se movimentarem entre a defesa e o ataque. Eles precisam manter esse ímpeto.

Quand on arrive en tant que coach, avec un nouveau staff, il faut vraiment faire accepter la façon de penser, créer de nouvelles habitudes. C’est la raison pour laquelle on arrive à créer autant d’automatismes, de danger offensif et d’occasions de buts. Ils comprennent bien ce qu’on veut.
Niko Kovac Entraîneur de l'AS Monaco

Como você decidiu equilibrar sua equipe, para ficar menos vulnerável?

Estou muito feliz por ter encontrado esse equilíbrio. Acho que encontramos uma espécie de equilíbrio entre a força defensiva e a força ofensiva. Eles entendem melhor o que queremos ver deles agora, a maneira como queremos jogar se tornou automática em suas mentes. Quando você chega como técnico, com uma nova equipe, você realmente tem que fazer as pessoas aceitarem o seu jeito de pensar, criar novos hábitos. Esta é a razão pela qual temos conseguido criar um jogo coletivo tão bom, ser perigosos ofensivamente e criar chances de gol. Eles entendem o que você quer deles.

Kevin Volland o ajudou a encontrar esse equilíbrio no sistema?

Kevin hoje está jogando como um nove ou um dez, depende, dependendo da formação que varia entre um 4-2-3-1 ou 4-4-2. Isso nos permite colocar muita pressão sobre o adversário para recuperar a bola com aquela linha de quatro atacantes, mais os meio-campistas entrando em jogo. Em qualquer caso, estou muito feliz com a relação entre Wissam Ben Yedder e Kevin Volland.

Voltando a sua dupla do meio-campo, que diferenças você vê entre eles?

Eles não são muito diferentes ao final das contas. São muito fortes, ganham muitas bolas, e também são ambos muito jovens, com muito desejo. Eles têm que continuar assim, progredir ainda mais. Eu vejo que eles estão se desenvolvendo, eles querem aprender, porque eles não acham que já conseguiram tudo. Em todo caso, prevejo uma ótima carreira para eles, se continuarem a trabalhar duro no dia a dia.

Si vous n’avez pas de pression en provenance du banc, les onze joueurs alignés ne peuvent pas être aussi bons. Si l’équipe tourne aussi bien actuellement, c’est aussi parce que la concurrence fait monter le niveau de l’effectif. En tout cas je suis très heureux en tant que coach d’avoir un groupe aussi fourni, pour entretenir la concurrence.
Niko Kovac Entraîneur de l'AS Monaco

 

Como você explica a força ofensiva desta equipe?

Eles entendem cada vez melhor o que queremos fazer, o que estamos pedindo deles. Por que você tem que correr desta forma, nesta direção. Este é um processo que implementamos e que demora a dar frutos. Como eu disse antes, nosso objetivo era mudar a maneira como os jogadores pensam quando chegam. Todos devem saber o que é necessário fazer durante o jogo. Estou feliz, os jogadores ofensivos estão marcando, dando assistências. Mas é um pacote completo, todos sabem o que fazer, o que esperar e é isso que está valendo a pena.

A competitividade se estabeleceu no ataque?

Todos têm a oportunidade de treinar para mostrar o seu melhor, para ter a chance de jogar no final de semana. Os atuais quatro jogadores de ataque têm tido muito sucesso e estou muito feliz com isso, espero que continuem a ter esse sucesso. A competitividade é muito importante, é um treinamento de alto nível e é disso que precisamos para ter em campo a melhor equipe da liga. Também nos faz crescer como grupo.

Não existe ainda um risco em termos de tempo de jogo para alguns?

Quando você joga a cada três dias, é obrigado a rodar o elenco mais do que quando joga apenas uma vez por semana. Isso vai mudar este mês porque jogaremos cinco jogos em 17 dias. Todos trabalham muito para ter um bom desempenho e demonstrar suas qualidades técnicas e táticas. Se você não tem a pressão do banco, os onze jogadores em campo não podem ser tão bons. A razão de a equipe estar tão bem agora é também porque a competição aumenta a qualidade do elenco. Em todo caso, estou muito feliz como treinador por ter um grupo tão grande, para manter a competição.

Talvez Sofiane (Diop) por exemplo, não estivesse no time que eu inicialmente imaginei. Mas ele é um grande exemplo do tipo de jogador que saiu por cima graças ao seu desempenho nos treinos e nos jogos. É o mesmo que com Eliot (Matazo).
Niko Kovac Treinador do AS Monaco

 

Você planeja reduzir o plantel novamente na janela de transferência de inverno?

No momento, não estamos pensando nisso. Temos 20 jogadores para colocar no grupo da rodada e, como somos 25, tenho de escolher quatro ou cinco jogadores para deixar de fora, o que não é fácil. Mas precisamos de todos, eu insisto. Ainda bem que tivemos poucas lesões até agora, mas quando acontecerem, temos de poder contar com todos.

Você atualmente tem o time titular que imaginou no início da temporada?

O jeito de jogar é exatamente o que imaginei na minha cabeça, de fato. Estamos jogando agressivamente, estamos criando muitas oportunidades ofensivas, respeitando um certo equilíbrio defensivo, então sim era isso que eu queria mesmo quando cheguei. Talvez Sofiane (Diop) por exemplo, não estivesse no time que eu inicialmente imaginei. Mas ele é um grande exemplo do tipo de jogador que saiu por cima graças ao seu desempenho nos treinos e nos jogos. É o mesmo que com Eliot (Matazo). Trabalhando duro, novamente, tudo é possível.

Quando você acha que Aleksandr Golovin retornará a campo?

Aleksandr está no caminho certo. Falei recentemente com a equipe médica, e eles me aconselharam a esperar algum tempo para trazê-lo de volta, já que sua lesão foi mais grave do que inicialmente esperado. Enfim, estou esperando por ele, porque ele é um ótimo jogador. Mas até agora estamos tendo bons resultados, então talvez seja justo esperar mais uma semana ou duas, para não arriscar com ele.

AS Monaco uses cookies on this website. With your agreement, we use them to access how this website is used (analytic cookies) and to adapt it to your needs and interests (customization cookies depend on your browsing and your browser). By continuing your browsing, you give us the permission to use them.