Fechar
Meios 05 Fevereiro 2021, 23:33

Niko Kovac: “Todos estão indo na mesma direção”

Niko Kovac: “Todos estão indo na mesma direção”
Mesmo com 2021 sorrindo para os Rouge et Blanc, com a sexta vitória consecutiva no 100º derby, no meio da semana, o técnico do AS Monaco espera um jogo difícil contra o Nîmes no domingo, às 11h pelo horário de Brasília. Aqui partes da entrevista coletiva do técnico, dois dias antes da viagem para Gard.

O mês de fevereiro começou como janeiro terminou para o AS Mônaco, com uma grande vitória no 100º clássico da Riviera Francesa contra o grande rival, OGC Nice por 2 a 1. Niko Kovac e sua equipe agora esperam vencer a sétima seguida no domingo. Para isso, será necessário tirar o melhor contra o último colocado da Ligue 1, o Nîmes, no Stade des Costières (de portões fechados, às 11h pelo horário de Brasília). Mas antes de pensar no resultado, o técnico croata insistiu na coletiva de imprensa pré-jogo, em primeiro focar na partida em si.

O Nîmes recém substituiu o técnico – você está preocupado com o fator psicológico?

Sim, é possível, a mudança de técnico pode mudar a mentalidade do time em curto prazo. Fiquei chateado ao ouvir a notícia, todos os treinadores estão no mesmo barco. Essa é uma nova oportunidade para os jogadores. Precisamos estar focados e focados nessa partida, trabalhando para ter uma ótima preparação. Temos que dar 100% no domingo, como em todo jogo. O Nîmes é um time bem preparado e mentalmente forte.

Você pode nos atualizar sobre os jogadores machucados?

Gelson Martins deve ser o único jogador indisponível. Não sabemos ainda sobre o Benoît, que levou pancada contra o Nice. Ele trabalhou um pouco ontem, vamos ver amanhã no treino se ele vai estar disponível.

Por que a mudança na estratégia defensiva, mudando para três atrás na posse da bola?

Quando cheguei aqui, eu disse que precisava implementar algumas coisas. Algumas mentalidades e objetivos precisavam ser mudados. Relacionamentos estão sendo criados, e estamos trabalhando dia pós dia, semana após semana, jogo após jogo para alcançar isso. O time está progredindo, e precisamos dar outro passo à frente. Quando eu estava no Frankfurt, jogávamos assim com três defensores, e isso nos deu algo a mais. Djibril está apto para jogar nesse esquema de três homens na defesa, ele nos traz confiança. Não é fácil jogar contra a gente agora, estamos em boa forma. Estamos menos previsíveis, estamos criando espaços e oportunidades. É bom para gente.

“Nossa ambição é seguir adiante o mais rápido possível para roubar a bola o mais na frente possível. Se você pressionar diretamente após perder a bola, você vai correr menos atrás da bola – você poupa energia. Precisa estar recuperado o mais rápido possível na transição para o ataque. Esse esquema 4-4-2 é muito claro para todos os jogadores, eles sabem o que precisam fazer.”
Niko KovacTreinador do AS Monaco

Em parte, isso também foi para aproveitar o jogo ofensivo do Caio Henrique?

Tivemos de fortalecer a nossa defesa e usar as qualidades ofensivas do Caio. Isso permite aos jogadores ter uma base sólida com três jogadores atrás quando temos a posse da bola, para a estrutura da defesa. Está mais claro para eles agora. Quando jogamos com quatro defensores, sempre existe a necessidade de prestar atenção na recuperação das corridas. É mais claro com três defensores, e o Caio pode mostrar seu talento ofensivo. É mais fácil para os jogadores de modo geral, eles entendem melhor as coisas.

Concretamente, o que isso muda para os dois meio campistas?

Eles são muito importantes para o nosso jogo. Depende da situação. O meio campista é o coração do nosso time, eles fazem as transições entre defesa e ataque. Quando temos a bola, eles são responsáveis por organizar a jogada. Eles são muito importantes para o nosso sistema. Eles ainda precisam melhorar especialmente no controle da bola. Precisamos ser organizados, e é importante ter eles dois jogando. O papel defensivo deles é essencial.

Isso também permite a você fazer rápidas transições…

Nossa ambição é seguir adiante o mais rápido possível para roubar a bola o mais na frente possível. Se você pressionar diretamente após perder a bola, você vai correr menos atrás da bola – você poupa energia. Precisa estar recuperado o mais rápido possível na transição para o ataque. Esse esquema 4-4-2 é muito claro para todos os jogadores, eles sabem o que precisam fazer. Você precisa se adaptar ao seu oponente; depende do sistema. Nosso modo de jogar é fácil para os jogadores entenderem. Está funcionando muito bem no momento.

Youssouf Fofana está suspenso para a partida da Copa da França. Vou fazer algumas mudanças, já que temos cinco jogos em duas semanas, os jogos são a cada três dias. Os jogadores estão descansando hoje. Precisamos de energia física e mental.”
Niko KovacTreinador do AS Monaco

Que tipos de mudanças você vai fazer nos próximos jogos?

Youssouf Fofana está suspenso para a partida da Copa da França. Vou fazer algumas mudanças, já que temos cinco jogos em duas semanas, os jogos são a cada três dias. Os jogadores estão descansando hoje. Precisamos de energia física e mental. Estou muito feliz com o time, com Aurélien e Youssouf. Não é fácil porque o nível deles é muito bom, estou satisfeito com o desempenho dos meus jogadores. Temos um banco excepcional; não vamos perder qualidade quando fazemos alterações. Posso oferecer oportunidades para os outros jogadores, espero que eles possam jogar no mesmo nível dos titulares. Vou tomar essas decisões.

Eliot Matazo – é o jogador mais parecido com Aurélien Tchouameni?

Ele é um jogador talentoso, muito jovem, mas profissional. Ele não jogou muito, mas trabalha duro nos treinamentos. Ele tem apenas 18 anos, ele ainda está três anos atrás de Aurélien. Temos que dar tempo a ele, eu gostaria de dar tempo de jogo a ele, mas os últimos jogos foram muito apertados. Ele precisa de tempo para ganhar experiência, mas ele é uma das primeiras opções para a posição. Ele é cheio de qualidade, mas quero dar chance a ele em ótimas condições.

“Eu não vejo os jogadores do banco como substitutos, vejo mais como jogadores que podem fazer a diferença. Eles estão aptos para terminar uma partida e fazer a diferença, como Cesc fez com o Paris Saint-Germain.”
Niko Kovac Treinador do AS Monaco

Você vê o Cesc Fàbregs como um número 6 ou número 10?

Depende da situação, se precisamos de alguém para conectar a defesa com o ataque ou não. Ele é capaz de jogar como meia-armador. Sabemos as qualidades dele, não preciso passar por cima dele, estou feliz em ter ele de volta, ele é importante para gente. O time jogou bem na sua ausência. Ele é um jogador que pode nos oferecer muito, mas não estou dizendo que ele não pode começar a próxima partida. Eu não vejo os jogadores do banco como substitutos, vejo mais como jogadores que podem fazer a diferença. Eles estão aptos para terminar uma partida e fazer a diferença, como Cesc fez com o Paris Saint-Germain.

Conte sobre o desenvolvimento de Youssouf Fofana?

Ele é um jogador jovem, então ele consegue improvisar em todas as áreas do jogo. Mas vimos muita melhora desde os primeiros jogos. Ele precisa aprender um pouquinho mais em termos de disciplina – como um número 6 você precisa mandar no jogo. Ele é o jogador que faz a ligação entre defesa e ataque, ele precisa ser rigoroso. Ele jogou muito, dei a ele minha confiança. Estou tentando mudar a mentalidade dele para que ele siga progredindo. Com a bola ele pode fazer um pouco melhor, mas ele tem apenas 22 anos; sem a bola, ele fez um bom progresso.

AS Monaco uses cookies on this website. With your agreement, we use them to access how this website is used (analytic cookies) and to adapt it to your needs and interests (customization cookies depend on your browsing and your browser). By continuing your browsing, you give us the permission to use them.