Fechar
Ligue 1 Uber Eats 01 Janeiro 2023, 19:37

O AS Monaco começa 2023 com uma vitória preciosa contra o Brest!

O AS Monaco começa 2023 com uma vitória preciosa contra o Brest!
Dominantes por boa parte do primeiro tempo, os Rouge et Blanc fizeram a diferença na volta do vestiário para finalmente vencer o Stade Brestois 29 (1-0). Segundo sucesso em dois jogos desde a retomada, o primeiro em 2023

Dois de dois! Os jogadores do AS Monaco seguiram com a segunda vitória consecutiva neste domingo pela estreia do ano de 2023 no Stade Louis-II, superando um time bem armado do Brest (1-0). Três novos pontos que permitem aos companheiros de Aleksandr Golovin, autor do gol, pressionar as equipes da frente.

O contexto 🎉

Neste dia 1º de janeiro e pela primeira vez no século 21, os Rouge et Blanc comemoram o retorno às competições no Stade Louis-II com um inédito “Boxing day”, com acesso livre para todos os torcedores. Quatro dias depois da vitória obtida em Auxerre (2-3), os companheiros de Eliesse Ben Seghir, autor de dois gols na Borgonha, voltaram assim ao seu quintal.

Escalação 🗓

E para este primeiro encontro do ano de 2023 no Principado, Philippe Clement também decidiu escalar o jovem meia-atacante formado na Academy para apoiar Breel Embolo. Enquanto isso, os dois tricolores vice-campeões mundiais, Axel Disasi e Youssouf Fofana, voltaram a ser titulares, assim como Caio Henrique, que foi pai pela primeira vez nesta semana.

Frente ao Lyon, o Brest sofreu quatro gols, mas em número de chutes, foi equilibrado. Eles têm muitas qualidades ofensivas e são uma equipe muito forte nos cruzamentos, porque os atacantes são muito bons nesta área. Os pontas trazem muita velocidade na transição.
Philippe Clement

O cenário

O AS Monaco começou muito forte diante de um Stade Louis-II bem abastecido, com uma primeira oportunidade para Breel Embolo (3′). Mas foi Mohamed Camara quem fez estremecer os espectadores, num remate potente que acertou a trave esquerda de Marco Bizot (12′). Na sequência, a chapada de Aleksandr Golovin passou raspando (15′). O ritmo então diminuiu, antes de Eliesse Ben Seghir e Krépin Diatta apimentarem os últimos minutos do primeiro tempo.

O camisa 44 primeiro se destacou da entrada da área e depois finalizou uma excelente jogada coletiva (30′, 43′). Por seu turno, o senegalês foi perigoso pelo alto, no primeiro poste e depois em cobrança de falta (32′, 36′ e 43′). Um domínio enorme dos Rouge et Blanc, mas que infelizmente não foi recompensado antes do intervalo.

O lampejo de genialidade de Golo

O segundo tempo começou em ritmo lento, antes de o Czar iluminar a tarde monegasca com um corte sublime seguido de um remate certeiro no cantinho (1-0, 54′). Magistral! Quarto gol na Ligue 1 para Golo, que finalmente lançou este duelo. Na sequência, Alexander Nübel foi decisivo duas vezes diante de Jérémy Le Douaron (58′, 82′).

O goleiro alemão voltou a ser decisivo ao repelir uma cabeçada de Steve Mounié (85′), depois ao espalmar a tentativa de longe de Noah Fadiga (91′). Uma emoção final percorreu o estádio em uma última cobrança de falta de Franck Honorat (94′). O placar não mudou mas, e os Rouge et Blanc conquistaram assim os três pontos.

A estatística

Autor do único gol da partida, Aleksandr Golovin participou diretamente de cinco gols (3 gols e 2 assistências) nas últimas cinco partidas pela Ligue 1, incluindo três de fora da área.

*Baixe agora o AS Monaco App (disponível no Google Play e na Apple Store)


A ficha do jogo

Ligue 1 – 17ª rodada

AS Monaco 1-0 Stade Brestois 29

Gol: Golovin (54′) para o AS Monaco 

Cartões amarelos: Ben Seghir (40′), Golovin (77′) e Sarr (95′) para o AS Monaco; Fadiga (25′), Slimani (70′), Magnetti (76′) e Lees-Melou (77′) para o Brest

AS Monaco: Nübel – Vanderson (Aguilar, 70′), Disasi ©, Maripán, C.Henrique (Sarr, 88′) – Fofana, Camara – Diatta (Gelson Martins, 70′) Ben Seghir (Boadu, 78′), Golovin (Jakobs, 78′) – Embolo

Reservas: Didillon, Aguilar, Jakobs, Gelson Martins, Golovin, Matazo, Minamino, Ben Yedder, Boadu 

Treinador: Philippe Clement

Brest: Bizot – Fadiga, Chardonnet ©, Hérelle, Uronen (Duverne, 80′) – Magnetti (Belkebla, 80′), Lees-Melou, Camara (Pereira Lage, 70′) – Del Castillo (Le Douaron, 12′), Slimani (Mounié, 70′), Honorat

Reservas: Blazquez, Brassier, Duverne, Belkebla, Dembele, Pereira Lage, Arconte, Le Douaron, Mounié

Treinador: Bruno Grougi

Rise. Risk. Repeat.