Fechar
Ligue 1 Conforama 29 Agosto 2021, 19:14

O AS Monaco recupera a confiança com os três pontos em Troyes

O AS Monaco recupera a confiança com os três pontos em Troyes
Ao final de um jogo controlado do início ao fim, os companheiros de equipe de Aurélien Tchouameni, convocado pelos Bleus esta semana, conquistaram sua primeira vitória na Ligue 1

Para a recuperação da eliminação nos playoffs da Champions League, Niko Kovac decidiu manter grande parte da escalação usada na Ucrânia, com duas exceções. Ruben Aguilar e Jean Lucas substituíram Djibril Sidibé e Kevin Volland, ambos machucados, no sistema 4-2-3-1. Para os donos da casa, Giulian Biancone reencontrou seus ex-colegas de time, pouco mais de duas semanas depois de deixar o Principado. O setor dos visitantes foi bem preenchido com os torcedores Rouge et Blanc, presentes em grande número ao Stade de l’Aube.

Aurélien Tchouameni no centro da ação

O começo da partida foi um período de observação entre o AS Monaco e o campeão da Ligue 2, que jogou com uma defesa de cinco homens. A primeira chance veio em um escanteio de Jean Lucas, desviado por Aurélien Tchouameni para Gelson Martins, que falhou na tentativa de acertar o alvo (13’/1ºT). Cinco minutos depois, outra oportunidade com o mesmo grupo de jogadores, mas em uma combinação diferente. O ponta português jogou no francês, que acertou um chute quase perfeito, mas infelizmente acertou o poste esquerdo de Gauthir Gallon (18’/1ºT). Uma grande oportunidade para os monegascos.

Jogando muito em cima, como de costume, o AS Monaco ganhava muitas bolas e com mal foram incomodados por uma arrancada de Rominigue Kouamé (38’/1ºT). Eles iriam finalmente abrir o placar em uma sequência iniciada por Aurélien Tchouameni, sempre muito ativo, e que deu uma boa bola longa para o seu capitão. Ben Yedder, com inteligência, viu Sofiane Diop, e o jogador da seleção francesa sub-21 (convocado nessa semana junto com Benoît Badiashile) finalizou a curta distância (1-0, 40’/1ºT).

Sofiane Diop é clínico

Determinados a matarem o jogo, os homens de Niko Kovac retornaram ao vestiário com um gol de vantagem. Apesar do bom jogo, houve um momento de nervosismo no início do segundo tempo, quando Giulian Biancone, posicionado na esquerda, acertou um chute na trave de Alexander Nübel (3’/2ºT). Mas infelizmente o ESTAC igualaria as coisas com um chute desviado contra o próprio gol por Ruben Aguilar (1-1, 6’/2ºT).

Com o orgulho ferido, os monegascos rapidamente recuperaram a liderança, graças a uma roubada de bola de Youssouf Fofana, que lançou para Sofiane Diop bater Gauthier Gallon pela segunda vez nesta tarde (2-1, 13’/2ºT). Ele ainda esteve perto de fazer um hat-trick em um contra-ataque liderado por Wissam Ben Yedder, mas o goleiro do Troyes interviu. Niko Kovac tirou vantagem em uma pausa na ação para fazer algumas mudanças e controlar o final da partida. No entanto, os Rouge et Blanc teriam outro momento de perigo devido a uma bola alta do ex-jogador do Dijon, Mama Baldé, que acertou a trave de Alexander Nübel (25’/2ºT).

Uma vitória reanimadora antes da pausa internacional

O atacante adversário até tentaria a sorte novamente na entrada da área, mas sem sucesso (28’/2ºT). O último quarto de hora foi uma sucessão de substituições das duas equipes. Felizmente, o AS Monaco se segurou bem na defesa, jogando com grande solidariedade coletiva, graças, novamente, ao grande apoio dos torcedores fora de casa. O banco monegasco seria novamente forçado a prender a respiração após uma forte finalização de Renaud Ripart (43’/2ºT).

Ao final, os companheiros de time de Wissam Ben Yedder conquistaram sua primeira vitória na Ligue 1 nesta temporada. Foram três merecidos pontos, antes da primeira pausa internacional da temporada. A próxima partida da equipe será importante: uma visita do Olympique de Marselha ao Stade Louis-II. DAGHE MUNEGU!! 🇲🇨


A ficha do jogo

Ligue 1 Uber Eats – 4ª rodada

Troyes 1-2 AS Monaco

Gols: Diop (40’/1ºT, 13’/2ºT) para o AS Monaco; Aguilar (contra, 6’/2ºT) para o Troyes

Cartões amarelos: Maripan (28’/1ºT), Aurélien Tchouameni (3’/2ºT) para o AS Monaco; El-Hajjam (23’/2ºT) para o Troyes

Troyes: Gallon – Ripart, El-Hajjam (Azamoum, 27’/2ºT), Giraudon ©, Salmier, Biancone (Lumeka, 33’/2ºT) – Tardieu, Kouamé – Chambost (Kaboré, 10’/2ºT), Touzghar, Baldé (Domingues, 33’/2ºT)

Reservas: Rénot, Mutombo, Kaboré, Zoukrou, Azamoum, Domingues, Chadli, Lumeka, Kukharevych

Treinador: Laurent Battles

AS Monaco: Nübel – Aguilar, Maripan (Disasi, 20’/2ºT), Badiashile (Matsima, 31’/2ºT), C.Henrique – Jean Lucas (Isidor,20’/2ºT), Fofana, Tchouameni – Gelson Martins (Matazo, 41’/2ºT), Ben Yedder ©, Diop (Jakobs, 41’/2ºT)

Reservas: Majecki, Disasi, Jakobs, Matsima, Pavlovic, Fàbregas, Matazo, Boadu, Musaba, Isidor

Treinador: Niko Kovac

Rise. Risk. Repeat.

MAS DE FATO, PARA QUE SEUS COOKIES SÃO USADOS? 🤔

Você os aceita várias vezes por dia nos vários sites que visita. Mas o que você sabe sobre eles? Obviamente, os cookies não são comidos e também não são perigosos. Eles apenas nos ajudam a personalizar sua experiência na Internet. Quando você visita o asmonaco.com, eles nos permitem primeiro analisar o público e o desempenho do site. E eles nos servem principalmente para fornecer a você anúncios e conteúdo que correspondem ao que você gosta. Observe que você pode alterar suas preferências a qualquer momento, graças aos regulamentos sobre proteção de dados pessoais. Ou entre em contato com nossa equipe para qualquer esclarecimento. Obrigado por sua confiança!

Cookies strictement nécessaires
Cookies statistiques
Cookies tiers