Fechar
Ligue 1 Conforama 22 Fevereiro 2021, 02:33

O AS Monaco reina no Parc des Princes

O AS Monaco reina no Parc des Princes
O time de Niko Kovac venceu o Paris Saint-Germain no Parc des Princes (2-0) após uma performance de alto nível. Sofiane Diop e Guillermo Maripán marcaram para levar os Rouge et Blanc à segunda vitória da equipe contra os atuais campeões

Para enfrentar o PSG, Niko Kovac decidiu inovar no Parc des Princes. O técnico croata decidiu mexer na defesa com três homens para segurar o ataque comandado por Mauro Icardi e Kylian Mbappé. A grande partida da 26ª rodada foi super aguardada após as respectivas vitórias do Lyon e do Lille mais cedo neste final de semana. Foi uma grande partida, que confirmou toda a expectativa em torno da grande vitória do AS Monaco.

A disciplina do AS Mônaco é recompensada

Improvável antes da partida, os monegascos fizeram um estrondoso começo de jogo abrindo o placar com Sofiane Diop logo nos primeiros minutos. Wissam Ben Yedder começou a jogada no meio de campo; passou para Kevin Volland pela lateral esquerda, o jogador alemão cruzou para Ruben Aguilar, que com inteligência ajeitou para Sofiane Diop na marca do pênalti.

O camisa 37 finalizou de cabeça com maestria e marcou o seu sexto gol na temporada (0-1). O time do Principado começou com uma surpresa, fazendo um bom começo de jogo ao assumir rapidamente a liderança com aquele que foi o gol mais rápido sofrido pelo Paris Saint-Germain na temporada.

Uma defesa bem organizada

A defesa dos Rouge et Blanc se segurou firme nos primeiros 45 minutos. Até um defensor monegasco causou perigo na grande área do PSG. Axel Disasi, que retornou ao time titular para ajudar, cabeceou livre de lado e no final não causou perigo a Keylor Navas.

Sem encontrar uma solução, o time da casa tentou de fora da área, com chute de Idrissa Gueye chegando próximo do gol de Benjamin Lecomte. Os monegascos mantiveram o placar até o intervalo e mostraram um primeiro tempo sério e composto, sem deixar cair o nível de jogo.

Matando o jogo no início do segundo tempo

No retorno dos vestiários, os Rouge et Blanc mantiveram as coisas sobre controle jogando quase da mesma maneira como fizeram no primeiro tempo, com um gol marcado assim que retornaram. Os monegascos tiveram um escanteio e forçaram para desafiar a defesa adversária. Os parisienses tentaram tirar a bola de forma limpa, mas Guillermo Maripán estava lá para recuperar a posse.

O chileno acertou um chute digno de atacante e acertou o fundo do gol de Keylor Navas (0-2). O time de Niko Kovac ampliou o placar e manteve os parisienses sob controle, acabando com os planos de Mauricio Pochettino.

Alta performance

As estatísticas falam por si, o PSG não perdia por dois gols desde 15 de fevereiro de 2020. O AS Monaco, sério ofensiva e defensivamente, fez bem limitando os ataques do adversário. Kevin Volland esteve perto de encerrar o jogo, mas seu cabeceio saiu pelo lado após um passe brilhante de Caio Henrique.

Abatidos, os donos da casa responderam com Kylian Mbappé, mas Guillermo Maripán fez um bloqueio certeiro. Seu desarme deslizante tirou a bola do nativo de Bondy no último minuto. Frustrado, o artilheiro do Paris tocou apenas seis vezes na área de Banjamin Lacomte. Exemplares, os defensores Rouge et Blanc não desistiram e deixaram nada além de migalhas para os parisienses.

Un clean sheet au mérite

Os múltiplos ataques dos parisienses não deram em nada, todos foram colocados para fora pela defesa do Monaco, que foi perfeita no Parc des Princes. Assim, os parisienses sofreram a sexta derrota nessa temporada, com um AS Monaco sério e focado, controlando a partida do primeiro ao último minuto. Os homens de Niko Kovac, autor de uma atuação tática impecável, tornaram-se os primeiros a vencer o PSG duas vezes na mesma temporada desde o Nancy em 2011/2012.

A ficha do jogo

Ligue 1 Uber Eats – 26ª rodada

Paris Saint-Germain 0 – 2 AS Monaco

Gols: Diop (6’/1ºT), Maripén (8’/2ºT) para o AS Monaco

Paris SG:  Navas – Florenzi, Marquinhos ©, Kimpembe, Kurzawa – Gueye (Rafinha, 10’/2ºTe), Paredes (Danilo, 28’/2ºT), Herrera (Verratti, 10’/2ºT) – Kean, Icardi (Draxler, 28’/2ºT), Mbappé.

Treinador: Mauricio Pochettino

AS Monaco: Lecomte – Aguilar (Sidibé, 35’/2ºT), Disasi, Maripan, Badiashile, Caio Henrique – Diop, Fofana, Tchouameni, Diop (Golovin, 35’/2ºT)- Ben Yedder © (Jovetić, 26’/2ºT), Volland (Ballo-Touré, 45’/2ºT).

Treinador: Niko Kovac

AS Monaco uses cookies on this website. With your agreement, we use them to access how this website is used (analytic cookies) and to adapt it to your needs and interests (customization cookies depend on your browsing and your browser). By continuing your browsing, you give us the permission to use them.