Fechar
Equipe 06 Julho 2020, 22:28

Paul Mitchell: "Criar as fundações certas juntos"

Paul Mitchell: "Criar as fundações certas juntos"
Nomeado diretor esportivo do AS Monaco em 17 de junho, Paul Mitchell respondeu algumas perguntas da imprensa e revelou seus objetivos com o clube. Ele foi acompanhado por Oleg Petrov, vice-presidente e diretor geral do AS Monaco

O novo diretor esportivo do AS Monaco, Paul Mitchell, foi apresentado à imprensa nesta segunda-feira (6) no auditório Rainier III de Mônaco. Ao lado de Oleg Petrov, ele se apresentou aos jornalistas antes de falar sobre suas ambições com o clube do Principado:

“Quando o Sr. Petrov se aproximou de mim e explicou sua visão do clube e a possibilidade de trabalhar com o Cercle Bruges… Achei o projeto muito interessante e merecia toda a atenção necessária. Não hesitei, sou muito ambicioso, acho que minha carreira pode atestar isso, trabalho de maneira moderna para sempre trazer melhorias. É um belo projeto, que requer paciência e também sucessos. Foi isso o que me propus a fazer, esse projeto é muito importante para mim.” (Paul Mitchell, diretor esportivo)

“É uma nova temporada que começa, um novo capítulo em nossa história. Paul trará sua total contribuição ao nosso clube e ao Cercle Bruges para continuarmos trabalhando juntos. Ele também contribuirá para o desenvolvimento da filosofia do jogo em equipe. Consideramos que a chegada de Paul ocorra na melhor das hipóteses. Não foi fácil. Acredito que ele tem todas as qualidades, as habilidades profissionais e humanas para realizar esse projeto que representa enormemente para mim. Estou convencido de que Paul será capaz de trazer toda a sua energia para o desenvolvimento e modernização dos métodos de trabalho e de que será capaz de dar muita alegria e sucesso aos nossos torcedores. Bem-vindo, Paul!” (Oleg Petrov, vice-presidente e gerente geral)

Ex-diretor técnico da divisão de futebol da Red Bull e responsável pelo recrutamento e desenvolvimento do RB Leipzig, Paul Mitchell falou sobre o relacionamento que ele já tem com o técnico do AS Monaco, Robert Moreno. Este último insistiu na importância desse vínculo entre os dois homens para o bom funcionamento do clube.

“Com Paul Mitchell chegando há quinze dias, já tivemos cerca de quinze reuniões. Conversamos todos os dias, esse é o relacionamento normal que um técnico deve ter com seu diretor esportivo. Estou feliz por ter a oportunidade de trabalhar com Paul. Precisamos ter essa estrutura para ser uma equipe de sucesso. Começamos a trabalhar desde o primeiro dia, com Oleg Petrov e Paul Mitchell.” (Robert Moreno, treinador)

“Acho que nem Oleg Petrov nem Robert Moreno ficaram felizes com o nono lugar conquistado na última temporada. Estou aqui para contribuir com minhas habilidades. Sempre adorei produzir um jogo dinâmico e agressivo para vencer. Acho que já estamos trabalhando no âmbito de uma organização que visa trazer o máximo de competitividade possível. Desejamos encontrar e investir nos melhores talentos. Não devemos pensar em termos de volume. Já estamos trabalhando duro para permitir que Robert Moreno alcance os sucessos que todos desejamos. Temos que olhar para o ambiente, qualidade, consistência e intensidade. Queremos trabalhar com a mentalidade. Os jogadores que vamos recrutar ou que já estão presentes devem estar 100% e focados em um único objetivo: vencer. É importante implementar isso para trazer de volta os sucessos que o AS Monaco merece. Vamos trabalhar juntos para permitir que Robert trabalhe em paz.” (Paul Mitchell, diretor esportivo)

Oleg Petrov e Paul Mitchell também falaram sobre o Cercle Bruges e o desejo de fortalecer o relacionamento entre os dois clubes.

“Eu diria que nosso projeto, o meu e o do AS Monaco, é ter uma estratégia clara e uma sinergia entre o Cercle Bruges e o AS Monaco. Precisamos fortalecer a conexão, a comunicação, garantir que todos estejam trabalhando duro e melhorando a progressão dos jogadores, o estilo de jogo que queremos criar e que deve se alinhar o máximo possível com o do AS Monaco. Nossa estratégia é ter objetivos alinhados entre os dois clubes. Temos que encontrar a fórmula certa, a combinação certa. Eu estava falando sobre estilo de jogo, é verdade, mas também precisamos encontrar o ambiente certo, a fórmula certa. Trabalho duro para encontrar o equilíbrio certo entre AS Monaco e Cercle Bruges.” (Paul Mitchell, diretor esportivo)

“No que diz respeito ao Cercle Bruges, o objetivo é permitir que nossos jogadores se afirmem e adquiram experiência para voltar ao AS Monaco, onde podem contribuir para o sucesso do clube.” (Oleg Petrov, vice-presidente e gerente geral)

Para concluir sua apresentação, Paul Mitchell enfatizou a importância de se esforçar para reencontrar uma boa classificação para o clube, assim como a próxima temporada e seus objetivos no AS Monaco.

“Fiquei impressionado, de uma maneira positiva, com a recepção reservada dentro do clube, encontrei uma forma de determinação e ambição entre todos os que trabalham no AS Monaco. Todos trabalharemos arduamente para trazer vitórias e consistência, trabalhar as infraestruturas de forma transparente e coerente, porque isso é importante para mim. Acho que o clube passou por alguma turbulência nos últimos anos. Para este verão, temos um plano muito claro estabelecido: sabemos onde queremos chegar, mas para isso precisamos de paciência. Queremos reinstalar permanentemente o AS Monaco no topo da classificação, é isso o que determina o que fazemos todos os dias. Não queremos que nossas escolhas sejam ditadas por mudanças e decisões excessivamente brutais das quais mais tarde nos arrependeremos.” (Paul Mitchell, diretor esportivo)

“É importante trabalhar para mudar as coisas de uma maneira boa e para o futuro. Certamente, essas mudanças nos custaram algo ou às vezes foram difíceis, eu entendo bem, mas repito, elas eram necessárias. A maioria das mudanças ocorreu na administração do clube para estabelecer uma nova estrutura. Todas essas mudanças ocorreram, não podemos esperar muito agora. Nós precisamos identificar os pequenos ajustes necessários para que a equipe se torne mais competitiva. Tentamos estar atentos a todas as decisões que tomamos, mas às vezes elas são necessárias para atingir os objetivos que estabelecemos.” (Oleg Petrov, vice-presidente e gerente geral)

“Devo dizer que não sinto muita pressão, mas sim empolgação. Foi esse aspecto que me guiou na minha escolha, uma das principais razões para aceitar este projeto. Uma empolgação positiva ligada a este projeto, com o potencial que senti e sinto que também está vinculado em particular à Academia. Sinto uma forma de responsabilidade, estou muito empolgado, mesmo sabendo que há muito trabalho a ser feito. Meu papel é criar as bases certas, mas isso demandará tempo e paciência. Não tenho pressão por ser o quarto diretor esportivo desde 2013, mas a grande honra de ser o primeiro diretor esportivo a partir de 2020.” (Paul Mitchell, diretor esportivo)

AS Monaco uses cookies on this website. With your agreement, we use them to access how this website is used (analytic cookies) and to adapt it to your needs and interests (customization cookies depend on your browsing and your browser). By continuing your browsing, you give us the permission to use them.