Fechar
Treinamento 03 Agosto 2020, 11:07

Primeiro balanço para Niko Kovac

Primeiro balanço para Niko Kovac
Em entrevista concedida ao diário L'Équipe, o novo técnico do AS Monaco faz uma primeira avaliação desde sua chegada, após o estágio na Polônia

Duas semanas após sua chegada ao Principado, Niko Kovac conhece seu grupo um pouco melhor agora. Depois de deixar sua marca em La Turbie e liderar um estágio de cinco dias na Polônia, o novo técnico conseguiu acompanhar seu segundo amistoso no banco. Um retorno a Frankfurt, clube o qual salvou do rebaixamento em 2016 antes de vencer a Copa da Alemanha (2018) e dar aos torcedores do Eintracht uma vaga na Europa.

“Com Paul, mostraremos que era o método certo”

“Todo mundo com quem trabalhei aqui e que jogou sob suas ordens (Haller, Fallette, Gelson Fernandes em particular) me disse que ele era um treinador muito bom. Ele tem uma imagem muito boa aqui na Alemanha”, nos disse Almamy Touré antes do amistoso, que terminou empatado em 1 a 1. Em entrevista ao jornal L’Équipe deste domingo (3), o técnico do AS Monaco diz que está presente para construir: “Eu assinei um contrato de três anos, Paul Mitchell quatro, o que mostra que um processo se inicia. (…) Eu sei que no futebol não temos tempo. Mas, no nosso caso, temos e mostraremos que foi o caminho certo a se seguir”.

À frente de um grupo com média de 22 anos de idade em Opalenica, o croata estava entusiasmado com a ideia de trabalhar novamente com jovens talentos, cercados por elementos de experiência. “Estar em campo é a minha vida. Os títulos são importantes, mas estou muito feliz por ver ex-jogadores que tive na base croata (2013) ou no time reserva do RB Salzbourg (2009-2011) construírem carreira”, disse Niko Kovac.

Todos os jogadores podem integrar a equipe. Mostre-me que você é o melhor e você jogará.
Niko KovacTreinador do AS Monaco

Dois meses para impulsionar a equipe

Marcado pela estatura de Giovanni Trapattoni, seu último treinador como jogador no RB Salzbourg (2006-2008), ou por Ottmar Hitzfeld no Bayern de Munique (2001-2003), o técnico admitiu que ele foi inspirado pelos grandes treinadores que conheceu durante sua carreira de jogador. E que ele próprio seria exigente no trabalho, mas justo em suas escolhas: “Todos os jogadores podem integrar a equipe. Mostre-me que você é o melhor e você jogará”.

Niko Kovac, que está se dedicando com sua comissão para aumentar a força física da equipe, ainda tem três semanas pela frente para se preparar visando a recepção do Reims no Stade Louis II, para o início da temporada 2020-2021.

Confira a entrevista na íntegra.

1 / 8
AS Monaco uses cookies on this website. With your agreement, we use them to access how this website is used (analytic cookies) and to adapt it to your needs and interests (customization cookies depend on your browsing and your browser). By continuing your browsing, you give us the permission to use them.