Fechar
Ligue 1 Conforama 30 Agosto 2020, 17:18

Primeira vitória na raça para o AS Monaco contra o Metz

Primeira vitória na raça para o AS Monaco contra o Metz
Os monegascos venceram graças a uma grande solidariedade no gramado do FC Metz (1x0), em seu primeiro jogo fora de casa nesta temporada da Ligue 1

Uma semana após o empate com o Reims no Stade Louis-II (2×2), os jogadores de Niko Kovac buscavam a primeira vitória da temporada na Ligue 1. Para o duelo, o treinador monegasco escalou praticamente a mesma equipe titular. A única mudança notável foi a entrada de Djibril Sidibé, de volta aos treinos coletivos esta semana, pelo lado esquerdo da defesa.

Badiashile novamente decisivo

A partida começou da mesma forma que havíamos visto contra o Reims, com a posse de bola em grande parte a favor dos jogadores do clube do Principado. Um domínio recompensado desde o início, mais uma vez em bola parada, logo após a lesão de Aleksandr Golovin (16’/1ºT). Na sequência de uma cobrança de falta de Sofiane Diop mal rebatida pela defesa do Metz, Benoît Badiashile pegou de primeira e mandou a bola no ângulo direito de Alexandre Oukidja (22’/1ºT, 1×0). Convocado esta semana pela seleção francesa sub-21, o zagueiro marcou o segundo gol em dois jogos da Ligue 1.

Quase na sequência, Benjamin Lecomte se destacou na cobrança de falta de Farid Boulaya (27’/1ºT). A defesa do camisa 40 permitiu que seus companheiros fossem ao intervalo com a vantagem de um gol. Os jogadores de Niko Kovac, que passaram muito perto de aumentar na tentativa de Wissam Ben Yedder (45’/1ºT), resistiram após uma primeira metade muito disputada no meio-campo (15 faltas, três cartões amarelos).

Um segundo tempo de dez contra onze

Logo após o retorno dos vestiários, Youssouf Fofana fez falta sobre Victorien Angban e levou o segundo cartão amarelo (2’/2ºT), deixando os monegascos com um a menos durante todo o segundo período. O FC Metz pressionava, mas o AS Monaco se segurava. Benjamin Lecomte foi inicialmente salvo por sua trave em um chute à queima-roupa de Fabien Centonze (15’/2ºT).

Impenetrável, o goleiro Rouge et Blanc se destacou em várias ocasiões, especialmente após a finalização de Ibrahima Niane (15’/2ºT) e a cabeçada de Habib Diallo (16’/2ºT). Niko Kovac aproveitou a oportunidade para colocar Jean-Eudes Aholou no lugar de Henry Onyekuru, reforçando o meio de campo do AS Monaco.

Uma vitória cheia de solidariedade

Lecomte defendeu mais uma, na cabeçada de Vincent Pajot da entrada da pequena área (35’/2ºT). O FC Metz, em superioridade numérica, continuou a pressionar, mas a defesa monegasca resistiu até os últimos momentos. Até mesmo em uma última cobrança de falta, mais uma vez desviada por Lecomte (51’/2ºT), que teve uma atuação incrível. Niko Kovac e seus jogadores conseguiram assim com coragem a sua primeira vitória fora de casa na temporada, jogando quase 50 minutos com um a menos.

Ligue 1 Uber Eats – 2ª rodada

A ficha do jogo:

FC Metz 0-1 AS Monaco

Gol: Badiashile (22’/1ºT) para o AS Monaco
Cartões amarelos: Aguilar (19’/1ºT), Fofana (24’/1ºT, 2’/2ºT) e Gelson Martins (42’/1ºT) para o AS Monaco
Cartão vermelho: Fofana (2’/2ºT) para o AS Monaco

FC Metz: Oukidja – Centonze, Boye, Bronn, Udol – Maïga, Angban (Diallo, 14’/2ºT), Pajot – Boulaya (Sabaly, 34’/2ºT), Nguette (Ambrose 25’/2ºT), Niane (Yade, 25’/2ºT)
Treinador: Vincent Hognon

AS Monaco: Lecomte – Aguilar, Disasi, Badiashile, Sidibé – Tchouameni (Maripan, 30’/2ºT), Fofana, Golovin (Diop, 16’/1ºT) – Gelson Martins (Geubbels, 30’/2ºT), Ben Yedder (Jovetic, 30’/2ºT), Onyekuru (Aholou, 14’/2ºT)
Treinador: Niko Kovac

AS Monaco uses cookies on this website. With your agreement, we use them to access how this website is used (analytic cookies) and to adapt it to your needs and interests (customization cookies depend on your browsing and your browser). By continuing your browsing, you give us the permission to use them.