Fechar
Ligue 1 Conforama 22 Fevereiro 2020, 23:11

Quarto jogo invicto

Quarto jogo invicto
Ao final de uma partida difícil, os monegascos saíram do Stade Gaston-Gérard com um empate por 1 a 1 contra o Dijon. Guillermo Maripan empatou no final da partida para o AS Monaco, permitindo que sua equipe chegasse ao quarto jogo sem derrota

Diante de um DFCO invicto em casa há 10 jogos, os jogadores de Robert Moreno não tiveram uma tarefa fácil na Borgonha. No primeiro turno, foi com uma vitória magra que o Monaco saiu do Stade Louis-II (1×0), graças a um gol de Aleksandr Golovin, suspenso esta noite. O início da partida foi marcado pela saída de maca de Chouiar, após um choque com Badiashile. Os Rouge et Blanc foram os primeiros a levar perigo e arriscarem, com a cobrança de falta de Ben Yedder aos 9 minutos. Os donos da casa tentaram responder aproveitando a velocidade de Tavares, mas o cabo-verdiano mandou para fora suas tentativas (12′, 18′).

Placar em branco

O Monaco cresceu e passou a confiscar a posse de bola. A oportunidade mais perigosa do primeiro tempo ocorreu aos 27 minutos, quando Jovetic encontrou Slimani pela esquerda. O argelino chutou, mas Runarsson espalmou para escanteio. As duas equipes se observaram por um longo tempo e foram tímidas em suas tentativas de alcançar a meta adversária. Dez minutos depois, Mavididi parou em Lecomte, que defendeu bem o chute rasteiro. Na sequência, foi Slimani, bem servido por Ben Yedder, quem partiu em profundidade, mas Runarsson mais uma vez interveio em seus pés. No intervalo, os vinte e dois jogadores se separaram em um empate sem gols.

Dijon marca

No retorno dos vestiários, Bakayoko arriscou, sem levar muito perigo. Sua tentativa inspirou Slimani para a seguinte ação: o atacante, que foi encontrado novamente por Ben Yedder, conseguiu driblar o goleiro do Dijon dentro da área, mas seu chute acabou indo para fora. Os monegascos logo se arrependeram dessa chance perdida. Alguns segundos depois, Mama Baldé abriu o placar para os borgonheses após um passe ruim da defesa do Monaco. Aos 21’/2ºT, Slimani encontrou Ben Yedder. O francês chutou, mas a bola foi longe do alvo, antes do assistente sinalizar impedimento.

Maripán e Lecomte decisivos

Os esforços monegascos foram recompensados aos 34’/2ºT: após cobrança de falta próxima à área, Adrien encontrou a cabeça de Slimani. Runarsson espalmou, mas a bola sobrou nos pés de Maripán. O chileno só teve o trabalho de empurrar para o gol vazio e marcar o seu segundo gol da temporada. A tentativa de Slimani três minutos depois não conseguiu dar vantagem aos visitantes, com o goleiro do DFCO intervindo novamente. A partida se inflamou nos últimos minutos: Badiashile fez um retorno precioso nos pés de Amalfitano após boa jogada individual (42’/2ºT). Na sequência, Cádiz apareceu sozinho na entrada da pequena área, mas errou a cabeçada. O Dijon teve uma nova chance aos 45’/2ºT, quando Tavares apareceu sozinho contra Lecomte. Mas o goleiro monegasco fez uma defesa decisiva que permitiu aos Rouge et Blanc saírem com um empate do Gaston-Gérard.

AS Monaco uses cookies on this website. With your agreement, we use them to access how this website is used (analytic cookies) and to adapt it to your needs and interests (customization cookies depend on your browsing and your browser). By continuing your browsing, you give us the permission to use them.