Fechar
Ligue 1 Conforama 16 Setembro 2019, 00:31

Uma derrota dolorosa

Uma derrota dolorosa
Apesar de abrir uma vantagem de dois gols no primeiro tempo, graças a Ben Yedder, o AS Monaco perdeu ao final (3x4) para o Olympique de Marselha

Ainda em busca de sua primeira vitória na temporada, os Rouge et Blanc perderam o controle da partida no final do primeiro tempo, ao ver o Marselha voltar ao jogo poucos minutos antes do intervalo. Ao final da partida, os monegascos fizeram de tudo para conseguir ao menos o empate, como Guillermo Maripán, que terminou o duelo com um curativo na cabeça.

Ben Yedder brilha

Era um início de jogo dos sonhos, com Wissam Ben Yedder abrindo o placar de pênalti, após toque de mão de Kamara aos 15 minutos. Dez minutos depois, Gelson Martins fez grande jogada, e Slimani encontrou Ben Yedder perfeitamente em profundidade. O francês bateu duas vezes diante de Mandanda e aumentou a vantagem (26’/1ºT). Assim, Wissam Ben Yedder marcou seu terceiro gol em dois jogos no Stade Louis-II.

AS Monaco 3-4 OM
AS Monaco 3-4 OM
1 / 10

Cinco minutos terríveis

O terceiro gol não esteve longe, quando Glik cabeceou acima do gol marselhês aos 30 minutos. Mas o OM voltou à partida momentos depois através de Benedetto (38’/1ºT), que pegou de primeira um cruzamento de Sanson e diminuiu. Desestabilizados, os jogadores de Leonardo Jardim sucumbiram diante da pressão marselhesa na sequência e Germain aproveitou a oportunidade para empatar (42’/2ºT).

Novo pesadelo…

Logo após o intervalo, Ben Yedder se chocou com Amavi e teve de ser substituído (9’/2ºT). Depois, os monegascos viram Payet marcar o terceiro gol do Marselha, após um chute poderoso no cantinho de Lecomte (16’/2ºT). Impulsionados pelo gol, os marselheses aumentaram a vantagem cinco minutos depois, com Benedetto novamente concluindo uma bela jogada coletiva. A esperança parecia definitivamente perdida para o AS Monaco.

1 / 10

Keita desconta

Em campo há poucos minutos, Keita Baldé reduziu o placar ao acertar o ângulo (30’/2ºT). Foi a vez  então do Olympique sofrer a pressão e ver Mandanda salvar sua equipe por duas vezes nos minutos seguintes. Primeiro após mais um chute de Baldé (31’/2ºT), e depois diante de Slimani (32’/2ºT). Era a última chance monegasca. Nos minutos finais, a defesa marselhesa se fechou e garantiu a vitória à equipe visitante.

AS Monaco uses cookies on this website. With your agreement, we use them to access how this website is used (analytic cookies) and to adapt it to your needs and interests (customization cookies depend on your browsing and your browser). By continuing your browsing, you give us the permission to use them.