Fechar
Ligue 1 Conforama 05 Dezembro 2019, 00:24

Vitória merecida em Toulouse

Vitória merecida em Toulouse
Um gol de Gelson Martins no final do jogo permitiu ao AS Monaco conquistar os três pontos em Toulouse (1x2). Wissam Ben Yedder abriu o placar de pênalti no início da partida, antes de Sanogo empatar, também de pênalti

De volta ao Stadium contra o seu clube formador, Wissam Ben Yedder foi rápido em se destacar. Logo aos três minutos, seu parceiro de ataque, Jean-Kévin Augustin, recebeu um pênalti após ser agarrado na área do Toulouse. “WBY” se apresentou diante de Reynet e bateu no contrapé do goleiro. Tudo começava da melhor forma para os monegascos, que dominavam o duelo. À medida que o tempo passava, o TFC acordava e começava a se aproximar da área vermelha e branca, mas sem ainda preocupar o goleiro Benjamin Lecomte.

Sanogo responde a Ben Yedder

O perigo se aproximava aos 26 minutos, quando Dossevi encontrou Sangaré diante do gol monegasco. O atacante cabeceou e viu a bola tirar tinta do travessão! Os donos da casa recuperaram a confiança e tentaram algumas incursões em bolas paradas, sempre parando em um Lecomte impecável. Até um pênalti mudar a história. A falta de Ballo-Toure em Gradel permitiu a Sanogo empatar com força pouco antes do intervalo (40’/1ºT). Se Ballo-Toure esteve perto de dar vantagem à sua equipe no tempo adicional, a trave decidiu de outra maneira, repelindo sua tentativa oportunista.

1 / 23

O dedo do treinador

Após esse frustrante primeiro tempo, os Rouge et Blanc retornaram com tudo. Aos 7′ da etapa final, Augustin balançou a rede após cruzamento de Ballo-Toure, mas um impedimento foi marcado. Se foi preciso um Aguilar inspirado para evitar que Gradel virasse aos 10′, a grande oportunidade deste segundo período foi monegasca, em cobrança de falta de Ben Yedder que parou na barreira. Enquanto faltavam pouco mais de vinte minutos, Leonardo Jardim decidiu por uma mudança tática voltando ao 4-3-3. Fàbregas e Gelson substituíram Golovin e Maripán (22’/2ºT), e depois o técnico lançou Baldé no lugar de Augustin (28’/2ºT). Os monegascos cresceram consideravelmente e Gelson perdeu chance incrível após um excelente cruzamento de Ben Yedder (26’/2ºT)!

Gelson insiste

O português não se abateu e teve uma nova oportunidade alguns minutos depois, forçando Sylla a conceder o escanteio (32’/2ºT). O perigo estava claramente se aproximando do gol do Toulouse, e o AS Monaco finalmente encontrou o gol aos 39’/2ºT, quando Gelson se redimiu ao aproveitar mais um cruzamento de Ben Yedder. Mais soltos após o gol, e com um Gelson inspirado, os Rouge et Blanc ainda tiveram quatro chances claras no final do jogo, mas o placar não se alterou mais. Pouco importa, já que a nossa equipe garantiu sua segunda vitória fora de casa e a sétima nos últimos dez jogos!

AS Monaco uses cookies on this website. With your agreement, we use them to access how this website is used (analytic cookies) and to adapt it to your needs and interests (customization cookies depend on your browsing and your browser). By continuing your browsing, you give us the permission to use them.