Fechar
UEFA Champions League 05 Novembro 2018, 09:00

O AS Monaco contra clubes belgas

O AS Monaco contra clubes belgas
Após o empate na Bélgica há duas semanas (1x1), o AS Monaco recebe o Club Brugge nesta terça-feira. Esta será a quarta partida entre o clube do Principado e um clube belga no Stade Louis-II em copas europeias.

AS Monaco 6×1 Club Brugge, 9 de novembro de 1988

Escalação: Ettori, Battiston, Amoros, Valéry, Sonor, Hoddle, Ferratge, Touré, Poullain, Hateley, Fofana.

O primeiro confronto remonta a 9 de novembro de 1988 contra o Club Brugge, válido pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. Derrotado (1×0) no jogo de ida, os comandados de Arsène Wenger fizeram bem mais do que reverter o placar. Liderados por Youssouf Fofana, autor de um “hat-trick”, o AS Monaco matou o jogo na primeira meia hora. Também em noite inspirada, Luc Sonor participou da festa antes de José Touré marcar duas vezes (6×1).

AS Monaco 5×1 Lierse SK, 22 de outubro de 1997

Escalação: Barthez, Pignol, Djetou, Dumas, Sagnol, Konjic, Collins, Benarbia, Legwinski, Henry, Ikpeba.

Campeão francês na época, o AS Monaco ainda estava no ritmo do título e fazia sucesso atuando também no cenário continental. Após uma grande vitória diante do Bayer Leverkusen (4×0), os Rouge et Blanc receberam desta vez o clube belga Lierse SK. Ainda pouco experientes em competições europeias, David Trezeguet e Thierry Henry não hesitaram em brilhar. Henry abriu o placar, enquanto Trezeguet fechou os trabalhos com dois gols nos minutos finais (5×1). Após terminar em primeiro de seu grupo, o AS Monaco eliminou o Manchester United nas quartas de final antes de parar nas semifinais diante da Juventus.

AS Monaco 0x2 Anderlecht, 26 de novembro de 2015

Escalação : Subasic, Fabinho, Raggi, Carvalho, Coentrão, Pasalic, Toulalan, Moutinho, Silva, Traoré, El Shaarawy.

O AS Monaco retornou à Liga Europa após ter participado da Liga dos Campeões, um ano depois de regressar à Ligue 1. Em 26 de novembro de 2015, os Rouge et Blanc tinham uma posse de bola superior e o triplo de finalizações, mas foi surpreendido pelo ex-clube de Yuri Tielemans. Os belgas abriram o placar no primeiro tempo, antes de aumentarem a dez minutos do final.
Segundo em seu grupo antes do jogo, os monegascos não se classificaram para a fase seguinte. Esta eliminação prematura permitiu ao AS Monaco apostar tudo no Campeonato Francês e se calssificar à Liga dos Campeões ao final da temporada.