Fechar
Ligue 1 Conforama 18 Abril 2021, 21:09

Vitória Rouge et Blanc em Bordeaux

Vitória Rouge et Blanc em Bordeaux
Os jogadores do AS Monaco conseguiram a 21ª vitória nesta temporada e o quinto jogo consecutivo sem sofrer gols esta tarde em Bordeaux (0-3)

Para iniciar este encontro decisivo na corrida pela Europa, principalmente após o empate do Lille, Niko Kovac decidiu colocar em campo seu híbrido 4-4-2 novamente em Bordeaux. Gelson Martins e Aleksandr Golovin começaram assim nas meias, enquanto Benoît Badiashile recuperou a vaga de titular no time monegasco.

Um início de jogo ideal

O início da partida foi totalmente controlado pelos Rouge et Blanc, que tiveram sua primeira chegada perigosa  no passe de Wissam Ben Yedder para Kevin Volland, que não conseguiu finalizar (5’/1ºT). E depois de um cruzamento do capitão monegasco, Golovin finalizou, mas Costil defendeu à queima-roupa (15’/1ºT).

Sem sucesso para o Czar na segunda tentativa, algumas dezenas de segundos depois, também servido por Auélien Tchouameni (17’/1ºT). Um duro golpe para os girondinos na sequência, que perderam seu capitão, Laurent Koscielny, por lesão (22’/1ºT). Na sequência, bem lançado por um passe soberbo de Benoît Badiashile que perfurou duas linhas, Wissam Ben Yedder encontrou o seu amigo da dupla “Yedderland”.

A dupla Ben Yedder & Volland novamente decisiva

Kevin Volland, cujo chute de primeira foi perfeito, enganou Paul Baysse e abriu o placar com mais um belo gol (0-1, 29’/1ºT). O 15º gol do atacante alemão na Ligue 1 desta temporada, na quinta assistência do capitão da Côte d’Azur. Os girondinos tentaram reagir antes do intervalo, mas sem sucesso. É preciso dizer que os monegascos não deixaram seus adversários respirarem, com uma marcação sob pressão no ataque.

Ao retornarem do vestiário, os parceiros de Aurélien Tchouameni não afrouxaram o aperto. Ao contrário, após vencer um duelo aéreo, o ex-jogador do Bordeaux lançou Gelson Martins em profundidade, que bateu na saída de Benoît Costil (0-2, 2’/2ºT). Um duro golpe para os girondinos, em uma situação já muito complicada no campeonato (16º lugar na largada). Mas o AS Monaco não parou por aí.

Um domínio completo no segundo tempo

Aleksandr Golovin foi bem lançado por Kevin Volland, mas desta vez o goleiro do Bordeaux estava vigilante (10’/2ºT). E com razão, apesar dessa vantagem de dois gols, Niko Kovac pedia a seus homens que continuassem jogando e pressionando. Os Rouge et Blanc ainda foram surpreendidos por esta dupla tentativa de Nicolas De Préville, que acabara de entrar em jogo, mas parou em um grande Benjamin Lecomte (20’/2ºT). O momento escolhido pelo treinador monegasco para rodar o elenco.

Stevan Jovetic e Sofiane Diop entraram em campo e quase fizeram mais um em contra-ataque (23’/2ºT). Parecia haver uma falta clara sobre Diop, mas o árbitro da partida não consultou o VAR. Mesmo assim, o AS Monaco estava no comando e Aurélien Tchouameni até tentou a sorte de longe (31’/2ºT). Na sequência, os homens de Niko Kovac se assustaram com um chute de Nicolas De Préville, que acertou a trave de Benjamin Lecomte (32’/2ºT).

Uma vaga europeia no bolso

Então, Tom Lacoux foi expulso (33’/2ºT), e no final do tempo regulamentar, Stevan Jovetić fechou o placar (0-3, 45’/2ºT). O AS Monaco conquistou sua 21ª vitória na Ligue 1 desta temporada, ao mesmo tempo em que manteve o gol limpo pela quinta vez consecutiva.

Uma vitória que garante sobretudo o quarto lugar, pelo menos, graças ao empate sofrido pelo Lens (15 pontos de vantagem faltando cinco rodadas, com +31 contra +7 de saldo de gols). Uma série incrível para a equipe em 2021, que enfrentará o Olympique Lyonnais na quarta-feira, pelas quartas de final da Copa da França, para chegar um pouco mais perto de um título que foge do clube do Principado desde 1991.


A ficha do jogo:

Ligue 1 Uber Eats – 33ª rodada

Girondins de Bordeaux 0-2 AS Monaco

Gols: Volland (29’/1ºT), Gelson Martins (2’/2ºT) e Jovetic (45’/2ºT) para o AS Monaco

Expulsão: Lacoux (33’/2ºT)

AS Monaco: Lecomte – Sidibé, Maripan, Badiashile, Caio Henrique – Gelson Martins, Tchouameni, Fofana (Florentino Luis, 38’/2ºT), Golovin (Diop, 21’/2ºT) – Volland (Ballo-Touré, 38’/2ºT), Ben Yedder © (Jovetic, 21’/2ºT).

Reservas: Majecki, Mannone, Aguilar, Ballo-Touré, Disasi, Diop, Florentino Luis, Jovetic

Treinador: Niko Kovac

Bordeaux: Costil – Sabaly, Koscielny © (Mexer, 24’/1ºT), Baysse, Benito – Adli, Basic (Seri, 37’/2ºT), Lacoux – Ben Arfa (De Préville, 18’/2ºT) – Hwang Ui (Traoré, 37’/2ºT), Oudin (Zerkane, 17’/2ºT).

Reservas: Poussin, Mexer, Kwateng, Poundje, Seri, Zerkane, Briand, De Préville, Traoré

Treinador: Jean-Louis Gasset

AS Monaco uses cookies on this website. With your agreement, we use them to access how this website is used (analytic cookies) and to adapt it to your needs and interests (customization cookies depend on your browsing and your browser). By continuing your browsing, you give us the permission to use them.