Fechar
Ligue 1 Conforama 06 Novembro 2020, 21:15

Gelson Martins: "O derby vai ser um jogo muito físico"

Gelson Martins: "O derby vai ser um jogo muito físico"
Dois dias antes da curta, mas importante viagem à Nice, no Allianz Riviera, para o derby da Costa Azul, o extremo português deu as suas impressões numa conferência de imprensa com Niko Kovac.

Ele marcou seu primeiro gol nesta temporada contra o Girondins de Bordeaux no último fim de semana (vitória por 4-0). Também concedendo assistência ao segundo gol de Kevin Volland, Gelson Martins mostrou o quanto pode complementar o ataque com o alemão e o capitão Wissam Ben Yedder. Dois dias antes do derby de Nice, o avançado português do AS Monaco participou de conferência de imprensa pré-jogo, junto com Niko Kovac. Trechos.

Gelson, como o grupo reagiu à lesão de Benjamin Lecomte?

É uma grande perda para nós, uma triste notícia para o grupo. Mas penso que temos outros goleiros no nosso time que vão mostrar suas qualidades.

O que você pode nos contar sobre sua forma no momento?

A nível coletivo no início tentamos entender as instruções do treinador. Está cada vez melhor, estamos melhorando e estamos trabalhando muito para isso. Tive que realmente entender o que o treinador queria de mim e acho que está cada vez melhor.

Conte-nos um pouco sobre esse clássico contra o Nice …

É um jogo muito importante para nós, é importante levar os três pontos para nós e para os torcedores. Vamos nos doar ao máximo para vencer esta partida.

Como você se sente neste novo papel no lado esquerdo no 4-4-2 frente ao Bordeaux?

Sim, é verdade que este sistema 4-4-2 ajudou a equipe no último jogo, o padrão deu bons frutos. Tentamos encontrar a melhor fórmula possível e dar o nosso melhor dentro de campo para ajudar a equipe. Então é verdade que me sinto confortável nesse sistema, pois posso agregar ofensivamente para a equipe, ajudar meus companheiros.

A minha suspensão é uma situação da qual lamento, mas vi que o Clube trabalhou muito para reduzir a duração e que me permitiu regressar mais cedo do que planeado, fiquei aliviado por poder retomar com os meus companheiros . Estou muito grato aos dirigentes.
Gelson Martins

Acha que o fato de o Nice jogar a cada três dias pela Liga Europa pode ser uma vantagem para vocês?

Não creio que o jogo da Liga Europa tenha impacto no jogo de domingo. Acho que o Nice vai se beneficiar da força para jogar esta partida. Estamos focados neste jogo e ignoramos o fato de o Nice jogar a cada três dias.

Como você se sentiu após o fim da suspensão?

A minha suspensão é uma situação da qual lamento, mas vi que o Clube trabalhou muito para reduzir a duração e que me permitiu regressar mais cedo do que planejado, fiquei aliviado por poder retomar com os meus companheiros. Estou muito grato aos dirigentes.

Como está a competitividade no ataque dentro do grupo?

Acho que há muita confiança no nosso time. Há muita juventude, mas também jogadores experientes. Na minha opinião, tudo está à disposição do treinador para que sejamos bons nesta área de jogo.

Conte-nos sobre Caio Henrique, de quem pouco sabemos no momento …

O Caio Henrique tem muitas qualidades, é um jogador que pode contribuir muito. Ele é um jogador capaz de evoluir e se adaptar em todos os sistemas de jogo, acho que ele vai nos ajudar muito nesta temporada.

A seleção portuguesa ainda é um objetivo para você?

Quanto à seleção, já tive oportunidade de me manifestar sobre o assunto. Depois da minha suspensão de seis meses, tenho de encontrar algum ritmo, jogar bem no AS Monaco para voltar à seleção. Isso é tudo que eu quero, e me esforço muito no treinamento para isso.

Estou aqui há dois anos. Conheço bem os jogadores agora, estou confortável neste grupo. É verdade que sempre fui assim, um pouco introvertido, mas também procuro ser alegre e comunicativo no vestiário de vez em quando, embora seja bastante calmo por natureza.
Gelson Martins

Qual é a atmosfera do grupo nesta temporada, como você se sente?

Essa temporada há ambição, objetivos, mas acho que temos que ir jogo a jogo, nos concentrar, levar os três pontos e ver o que podemos fazer ao final da temporada.

E você pessoalmente, como se sente, dois anos após sua chegada?

Sinto que recuperei alguma confiança e sinto a confiança dentro do grupo. Meu objetivo é ajudar a equipe a alcançar grandes feitos.

O treinador nos contou do teu temperamento bastante calmo, é da tua natureza?

Estou aqui há dois anos. Conheço bem os jogadores agora, estou confortável neste grupo. É verdade que sempre fui assim, um pouco introvertido, mas também procuro ser alegre e comunicativo no vestiário de vez em quando, embora seja bastante calmo por natureza.

Qual a sua opinião sobre o Nice, que acaba de perder seu capitão Dante por lesão?

Uma equipe muito boa que perdeu um jogador importante, o capitão Dante, mas acho que ainda será um jogo difícil contra eles. Esta equipe é um pouco como nós, gosta de ter a bola, mas acho que é o aspecto físico que vai determinar o desfecho do jogo.

Ele tem grandes qualidades técnicas, é muito rápido, o que é importante para um ala. Ele também sabe fazer diferença no um a um, marcar gols e dar assistências como provou na semana passada contra o Bordeaux, onde marcou o segundo gol e deu o gol da dobradinha para Kevin Volland. É um jogador importante para a equipe, tenta ajudar os nossos atacantes.
Niko Kovac

Niko Kovac sobre Gelson Martins :

Você conhecia Gelson Martins antes de chegar a Mônaco e o que pode nos contar sobre ele?

Sim, claro que o conhecia. Ele jogou em grandes clubes como o Atlético Madrid. Ele tem grandes qualidades técnicas, é muito rápido, o que é importante para um ala. Ele também sabe fazer diferença no um a um, marcar gols e dar assistências como provou na semana passada contra o Bordeaux, onde marcou o segundo gol e deu o gol da dobradinha para Kevin Volland. É um jogador importante para a equipe, tenta ajudar os nossos atacantes. Ficou apenas dois jogos no banco no início da temporada, foi um pouco mais complicado para ele, mas acredito que agora ele é um jogador muito importante para nós e estamos felizes por tê-lo conosco.

Como você teve que convencer Gelson Martins a trabalhar fisicamente como você queria?

Ele teve uma boa pré-temporada, com resultados de teste muito bons. Ele trabalhou muito para poder jogar também no lado esquerdo. Ele tem um ótimo pé direito, ele pode marcar e dar assistências. Acho que progredimos no trabalho coletivo, na capacidade de cobrir a sua trajetória, de ajudar a equipe a se defender quando não tem a bola. Gelson não é particularmente extrovertido, mas entendeu imediatamente o que lhe pediram para fazer. Ele é um jogador de que mais precisamos.

AS Monaco uses cookies on this website. With your agreement, we use them to access how this website is used (analytic cookies) and to adapt it to your needs and interests (customization cookies depend on your browsing and your browser). By continuing your browsing, you give us the permission to use them.