Fechar
Ligue 1 Conforama 13 Setembro 2020, 20:14

Niko Kovac: "Nós merecemos esta vitória"

Niko Kovac: "Nós merecemos esta vitória"
O treinador do AS Monaco expressou sua satisfação em coletiva de imprensa após ter conseguido sua segunda vitória no banco de reservas pelo Rouge et Blancs, a milésima na história do clube na Ligue 1

Segunda vitória consecutiva para Niko Kovac e seus jogadores na Ligue 1. Depois do sucesso arrancado em Metz mesmo com inferioridade numérica (1×0), os Rouge et Blanc venceram o Nantes no Stade Louis-II (2×1), pela 3ª rodada do campeonato. Três pontos que permitem ao AS Monaco ser o líder provisório, ao lado de Rennes e Lille.

Niko, como você está se sentindo depois dessa segunda vitória consecutiva?

Primeiramente, quero parabenizar a minha equipe. Foi um jogo muito difícil para ambos os lados. Tivemos muitas oportunidades de gol, então acho que a vitória foi totalmente merecida. Criamos quatro ou cinco oportunidades reais. Espero que marquemos mais um pouco da próxima vez. Mas acho que os torcedores gostaram do espetáculo.

O que achou das atuações de Sofiane Diop e Willem Geubbels, que foram titulares hoje?

Às vezes, como treinador, você tem sorte. Este é o resultado do trabalho árduo que se desenvolveu nos últimos dois meses. É o que digo a todos os jovens deste grupo: se se doarem ao máximo todos os dias nos treinos, vão jogar. Espero que esses gols lhes deem motivação para fazerem ainda mais. Parabéns a Sofiane e Willem.

 Qual a sua opinião sobre o gol anulado do FC Nantes?

No passado, tivemos o mesmo tipo de decisão, por isso, no final, tenho confiança nas ferramentas tecnológicas. Foram apenas alguns centímetros de distância. Pode ser um pouco de sorte para nós, mas ao final acho que merecemos esta vitória. Poderíamos ter marcado cinco gols.

Qual a sua opinião sobre Willem Geubbels (presente ao seu lado)?

Acho que você vai concordar comigo, ele é um jogador muito talentoso, que tem um grande potencial. Mas, como todos os jogadores talentosos, apenas o trabalho árduo faz a diferença. Se você trabalhar muito durante a preparação, terá a oportunidade de jogar. Ele fez uma boa partida em Metz, onde defendeu muito bem quando estávamos com 10. É isso o que espero dos atacantes quando não temos a bola. Hoje, ele fez um golaço, mas isso é só o início, ele tem que continuar assim.

O que achou da atuação de Cesc Fàbregas, que fez sua primeira partida após seis meses?

Acho que Cesc e Sofiane foram os melhores jogadores em campo hoje. Conhecemos perfeitamente suas qualidades. Ele trouxe muito ritmo. Ele criou muitas situações, especialmente na chance de Kevin Volland. Fazia seis meses desde que ele havia jogado, estou muito feliz, ele tem grandes qualidades, vai poder ajudar a equipe.

… E da estreia de Kevin Volland?

Fiquei feliz com seu jogo. Fazia um mês que ele não jogava, desde o fim do Campeonato Alemão. Ele é rápido, é fisicamente forte, ataca bem o espaço e a profundidade. Acho que ele pode fazer ainda mais, mas foi uma boa estreia pelo AS Monaco.

Willem Geubbels

“Marcar este gol foi ótimo, mesmo que isso não seja um objetivo. Temos que continuar nesta toada. É muito bom marcar o gol da vitória, após o lindo passe de Henry. Mas quero destacar o trabalho coletivo. Em relação aos meus objetivos, espero jogar e marcar o máximo possível nesta temporada e estar no topo da classificação.”

Alban Lafont

“Tivemos um início de jogo difícil. Não conseguimos gerir o meio de campo do AS Monaco. Mas não foi tudo negativo, conseguimos criar oportunidades e empatar. O segundo gol, pouco depois do empate, nos prejudicou. Depois, eles colocaram jogadores descansados, e não conseguimos contê-los.”

Christian Gourcuff

“Os primeiros dez minutos de jogo foram catastróficos. Não sei se é o calor, mas o resultado mostra que os primeiros minutos são essenciais. No segundo tempo fomos melhores, tivemos mais movimentação. É dramático para o VAR, anular um gol por aquilo, demorar três minutos para tomar a decisão, é dramático para o futebol. Não vamos ficar lembrando disso, mas este lance não nos ajudou. Foi no início do jogo, na passividade que perdemos esta partida. Estivemos muito longe do portador da bola e é verdade que Cesc Fàbregas conseguiu fazer o que queria.”

AS Monaco uses cookies on this website. With your agreement, we use them to access how this website is used (analytic cookies) and to adapt it to your needs and interests (customization cookies depend on your browsing and your browser). By continuing your browsing, you give us the permission to use them.