Fechar
Ligue 1 Conforama 23 Outubro 2020, 22:02

Niko Kovac: “O nível defensivo da Ligue 1 me surpreendeu”

Niko Kovac: “O nível defensivo da Ligue 1 me surpreendeu”
Dois dias antes da visita ao Groupama Stadium, estádio do Olympique Lyonnais (17h), o treinador do AS Monaco falou sobre o encontro na coletiva de imprensa.

No fim de uma semana de trabalho no centro de treinamento de La Turbie e dois dias antes da viagem ao Groupama Stadium em Lyon (17h), no jogo válido pela 8ª rodada da Ligue 1, Niko Kovac esteve na coletiva de imprensa ao lado de Stevan Jovetic. O treinador dos Vermelhso e Brancos falou sobre o encontro uma semana depois do empate frente ao Montpellier em casa no final de semana passado.

Técnico, como você encara o jogo contra uma das melhores equipe das Ligue 1?

Sabemos que o Lyon é uma grande equipe, não somente na França, mas também na Europa e vimos isso na temporada passada na Liga dos Campeões, quando eles chegaram até a semifinal. Eles também disputaram a Final da Copa da Liga, sendo derrotados nas penalidades. Teremos uma partida complicada pela frente e é por isso que jogamos futebol, para viver grandes jogos como esse. Envolvendo o sistema, os jogadores entenderam bem a nossa forma de jogar principalmente na defesa, com nosso time concedendo poucas ocasiões nos últimos jogos e não há motivo para mudanças. Ofensivamente estamos trabalhando para sermos mais eficientes na frente.

O que é possível fazer para que Kevin Volland esteja nas melhores condições?

Como disse depois do jogo frente ao Montpellier, sei que o nível de expectativa é muito alto sobre Kevin Volland e é normal para um jogador de seu calibre. Ele precisa de um tempo para assimilar tudo, um novo país, uma nova cultura, um novo campeonato, uma nova forma de jogar e também ele precisa se integrar bem com a sua família. É preciso ter paciência. No último jogo, é verdade que ele jogou um pouco mais centralizado para ajudar Wissam. Kevin vai mostrar suas qualidades nos próximos jogos, isso é certo.

Como você imagina a melhor organização ao redor de Wissam Ben Yedder?

Todos os jogadores estão aqui para ajudar a equipe e para tentar marcar e ajudar Wissam. Ele já marcou quatro gols, mas precisa de jogadores que o ajudem no ataque e no meio-campo também. Precisamos desse suporte, desse apoio dos jogadores ao redor. Trabalhamos muito bem nos treinamentos durante a semana, realmente vi boas coisas. Tenho consciência de que, no futebol, é preciso ter resultados rápido, mas quando vejo o que fazemos durante a semana, não fico preocupado.

Você possui muitos meias…

Temos muita qualidade no meio-campo com Aurélien, Youssouf, Sofiane e temos muita presença na frente do gol adversário. É o início, só fazem três meses que estamos aqui. Frequentemente enfrentamos defesas baixas, então temos que nos adaptar. Precisamos mudar a forma de pensar. Não devemos colocar a questão se devem acompanhar os ataques ou não, é preciso fazer acontecer. Vamos chegar lá pouco a pouco e realmente acredito que vamos chegar lá, não me sinto incomodado.

Como você enxerga o retorno de Stevan Jovetic?

É um jogador de topo que possui experiência, mas esteve muito tempo lesionado e vamos pouco a pouco com ele. Ele precisa ser protegido em relação ao seu histórico de lesões. Tomamos cuidado com ele, mas ele evolui e mostra belas coisas todos os dias nos treinamentos. Ele marca e mostra ser decisivo com a seleção também. É dando tempo de jogo que vamos acompanha-lo ao seu melhor nível.

1 / 3

Acha que enfrenta muitas equipes defensivas na França?

Para ser honesto, estou muito surpreso com a qualidade defensiva da França. Os jogadores franceses estão entre os melhores que vão para fora e eles possuem muitas capacidades, principalmente no nível defensivo. Da nossa parte, tentamos ser compactos, mas é principalmente no nível ofensivo que precisamos evoluir e criar mais ocasiões para marcar. Antes de tudo, me preocupo com a minha equipe, temos a posse entre 70-80%, mas agora temos que encontrar soluções para abrir o caminho do gol.

Como criar mais perigo ofensivamente atualmente?

Quando cheguei aqui, o problema era maior na defesa e me dediquei a solidificar o setor. Fizemos alguns erros até agora, mas penso que estamos muito mais sólidos que antes. A segunda etapa vai ser criar mais ocasiões, marcar mais gols. Não estamos 100% em todo o momento para fazer tudo da forma perfeita. É aí que tentamos trabalhar. Os jogadores aprendem bastante no cotidiano e ainda precisamos de tempo para termos resultados em todos os aspectos do jogo, principalmente no lado ofensivo.

Em quais pontos você insistiu na preparação durante a semana para enfrentar o Lyon?

Nós preparamos cada jogo da mesma maneira, mesmo se sabemos que não é um adversário fácil. Eles mudaram de sistema várias vezes nos últimos jogos e temos que estar preparados para isso. Evidentemente existem algumas informações que são dadas para os jogadores. Mas acredito que podemos comparar esse jogo ao jogo contra o Rennes, em relação à intensidade necessária. Sobre o resto, digo que não vamos mudar nossa maneira de preparar um jogo, seja Lyon ou Brest o adversário.

AS Monaco uses cookies on this website. With your agreement, we use them to access how this website is used (analytic cookies) and to adapt it to your needs and interests (customization cookies depend on your browsing and your browser). By continuing your browsing, you give us the permission to use them.